25.9 C
Contagem
domingo, maio 26, 2024
HomeCadernosCidadeVila Barraginha

Vila Barraginha

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

O prefeito Alex de Freitas recebeu novamente nesta semana moradores da Vila Barraginha, um dos pontos mais atingidos pela chuva em Contagem. A reunião serviu para tratar do recebimento do Bolsa Moradia e do assentamento definitivo de famílias que vivem em áreas de risco do Município. Também participaram do encontro representantes das secretarias Municipais de Desenvolvimento Urbano e Habitação; de Governo; da Defesa Civil Municipal e da Administração Regional Industrial.

De acordo com o subsecretário Municipal de Habitação, Rafael Braga, desde o início de 2017 foram feitos 84 cadastros de famílias que vivem em áreas de risco na Vila Barraginha. “Essas famílias ainda não foram removidas, embora já tenham recebido notificação da Defesa Civil Municipal. Infelizmente, elas permanecem lá e estamos tentando um acordo para que elas sejam integradas ao programa Bolsa Moradia. Há 57 vagas no Empreendimento Caiapós”, destaca. O Caiapós é um conjunto habitacional destinado à população com renda familiar de até R$ 1,8 mil, por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. A previsão é de que os apartamentos sejam entregues no final deste ano.

O Programa Bolsa Moradia está previsto na Lei nº 4.079/2007, que dispõe sobre a Política Municipal de Reassentamento de Famílias residentes em Contagem, removidas em função de obras públicas ou situações de risco. O valor do benefício foi reajustado no último dia 24 de janeiro por decreto assinado pelo prefeito Alex de Freitas, passando de R$ 460,13 para R$ 700, mais de 50% de aumento, para incentivar as pessoas a deixarem as áreas de risco.

Desde o início de 2017, 80 famílias já foram retiradas pela Prefeitura de áreas de risco e reassentadas em conjuntos habitacionais. Em 2017, 48 foram para o Empreendimento Cândida Ferreira. Em 2019, 32 famílias foram reassentadas no Empreendimento Maria da Conceição.

Em 2020, a previsão é a de que 352 apartamentos do Empreendimento Nossa Senhora, no bairro Europa, regional Sede, sejam entregues em 14 fevereiro. Além disso, 80 famílias deverão ser reassentadas em empreendimento da Vila Itália, em abril.

Desde 19 de janeiro, mais de 1.500 pessoas tiveram que deixar suas casas por causa da chuva em Contagem. Cerca de 330 estão albergadas nos quatro abrigos criados pela Prefeitura, bem como em alojamentos montados em igrejas. São mais de 1.300 chamadas feitas à Defesa Civil Municipal em janeiro.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar