19 C
Contagem
sábado, junho 22, 2024
HomeCadernosPolíticaEquipe de transição

Equipe de transição

Date:

Matérias Relacionadas

Rayza Almeida para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Rayza Almeida(almeira_rayzaaxz), tenho 20 anos, estou...

Edição 1234 21 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras de mobilidade na BR-381

Desenvolvimento Contagem não para. Após articular, em Brasília, uma reunião...

Restauração do Centro Cultural

Cuidado com o patrimônio Na última semana a Prefeitura deu...

Procon Câmara bate recordes em atendimentos

Referência em defesa do consumidor desde sua inauguração, em...
Ir para Criarteweb

A equipe de transição do governador eleito Romeu Zema (Novo) terá a princípio quatro nomes e vai crescer à medida que forem recrutados e incorporados os membros do primeiro escalão por empresas especializadas, informou o vereador Mateus Simões (Novo), coordenador do processo. Em telefonema ao secretário de Planejamento, Helvécio Magalhães, e ao secretário da Casa Civil e Relações Institucionais, Marco Antônio Rezende Teixeira, Simões sinalizou que ainda nesta semana Zema deverá anunciar os membros da equipe, para a publicação do decreto da transição nos termos da Lei 19.434/2011.
O recrutamento de pessoal será feito por empresa especializada e os indicados submetidos a uma sabatina na comissão do partido.

Estamos discutindo como serão os procedimentos para o recrutamento profissional mais adequado ao ambiente público, afirmou Mateus Simões.

Até semana que vem teremos definida a empresa encarregada do recrutamento e os critérios, acrescentou.

Ontem, a equipe se reuniu para estruturar o método de trabalho.

Temos três etapas, que se iniciam com o diagnóstico, a formação da equipe e por fim a preparação dos atos da posse, para que, já no primeiro dia, o governador publique nomeações dentro de uma estrutura administrativa de nove secretarias,

afirma Mateus Simões, em referência ao fato de que 12 pastas serão extintas e 80% dos cargos comissionados não serão recrutados.
“A formalização da fusão de secretarias dependerá de uma reforma administrativa, que precisará ser aprovada pela Assembleia. Mas queremos já deixar os cargos vagos, com nomeações apenas dos secretários das pastas que de fato permanecerão”, afirmou Simões. Já os cargos comissionados, pelo sistema de pontuação segundo a função, podem simplesmente não ser preenchidos.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar