20.1 C
Contagem
sexta-feira, maio 17, 2024
HomeCadernosCidadeTécnica Amigurumi

Técnica Amigurumi

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1231 17 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1231 do Jornal de Contagem Pop Noticias

Adriana Mascarenhas para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

A vida nunca prometeu glamour para Adriana Mascarenhas. Aos...

Câmara inaugura usina fotovoltaica

A Câmara de Contagem concluiu neste mês a instalação...

Teletrabalho no governo de Minas

Recuperação estrutural Os cerca de 8 mil servidores que trabalham...

Transcon aposta em ação inusitada

Conscientização Para a campanha do Maio Amarelo 2024, a Transcon...
Ir para Criarteweb

Pryscylla Oliveira, 30 anos, moradora do bairro Darcy Ribeiro, em Contagem transformou adversidade em arte. Através da técnica japonesa Amigurumi, conseguiu controlar a depressão.

No nascimento de minha filha Maria tive complicações após o parto e, infelizmente, devido aos traumas, tive depressão pós parto e síndrome do pânico. Foi uma época muito difícil, pois acabava de realizar o sonho de me tornar mãe, conta.

Como terapia, Pryscylla, que é formada em Gastronomia, começou a fazer crochê, sem nunca ter feito antes. “Um dia conheci pela TV a técnica Amigurumi. Fiquei encantada, e, mesmo sendo muito difícil, insisti porque era o único jeito de parar de pensar em coisas ruins e ter medo de tudo e todos. A princípio só fazia para meu bebê e para presentear amigos”, observa.

Hoje graças ao Amigurumi e ajuda dos medicamentos e da psicóloga, a síndrome do pânico está controlada. “E o que me deixa mais feliz é ter conseguido transformar um momento ruim em algo tão bom”, comemora. Pryscylla fez da terapia sua atividade principal.

As peças fabricadas por ela, ricas em detalhes e com minucioso acabamento, foram ficando cada vez mais requisitadas. “Deixei a gastronomia, que também é minha paixão, e hoje trabalho somente com encomendas de amigurumis pela internet. Tem dado super certo. Eles são minha fonte de renda e o sustento da minha família”, revela.

Últimas Matérias

spot_img

1 Comentário

  1. Que legal a reportagem. Ela é minha filha é eu conrfimo o quanto foi difícil essa fase da sua vida. Mas graças a Deus conseguiu se livrar disso e hoje vive dessa profissão….

Comments are closed.

Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar