20.1 C
Contagem
sexta-feira, maio 17, 2024
HomeCadernosSaúdeProblemas nos joelhos

Problemas nos joelhos

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1231 17 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1231 do Jornal de Contagem Pop Noticias

Adriana Mascarenhas para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

A vida nunca prometeu glamour para Adriana Mascarenhas. Aos...

Câmara inaugura usina fotovoltaica

A Câmara de Contagem concluiu neste mês a instalação...

Teletrabalho no governo de Minas

Recuperação estrutural Os cerca de 8 mil servidores que trabalham...

Transcon aposta em ação inusitada

Conscientização Para a campanha do Maio Amarelo 2024, a Transcon...
Ir para Criarteweb

Não precisa ser um atleta para ter problemas no joelho. Geralmente, obesidade, sedentarismo, atividades físicas sem orientação adequada, entorses e/ou traumatis- mos podem estar relacionados com sintomas nos joelhos.  Lesões meniscais, lesões ligamentares, tendinopatias e condropatias, acontecem com frequência e são comuns a todas as pessoas, atletas ou não.
Alguns fatores aumentam o risco de desenvolver patologias no joelho, e devem ser tratados rapidamente, pois em alguns casos podem tornar-se crônicos e incomodar bastante o paciente, é o que alerta o Dr. Matheus S. Teixeira,

Obesidade, atividade física sem orientação adequada, acidentes, entre outros fatores, podem desencadear problemas no joelho.

O médico explica, ainda,  que qualquer desconforto no joelho não deve ser desconsiderado e o paciente deve procurar um profissional capacitado, para que possam ser realizados os procedimentos de diagnóstico e tratamento. Geralmente, as  mulheres tendem a ter mais problemas no joelho, alerta o doutor.

Provavelmente por um menor volume muscular, associado ao sedentarismo e/ou a alterações anatômicas inerentes ao sexo feminino que podem predispor a problemas nos joelhos.  O uso frequente de salto alto também é outro fator que agrava o quadro.
Os achados científicos indicam que uso de salto alto promove sobrecarga musculo-esquelética e alterações biomecânicas da marcha, com passos mais curtos,  lentos e com menor amplitude articular.  Há uma hiperlordose lombar, o aumento da flexão do joelho durante o apoio do calcanhar e o aumento da  sobrecarga  sobre o antepé.

A altura do salto é diretamente proporcional a intensidade dessas alterações. Por esses motivos, o uso de salto alto aumenta a chance de desenvolver dor lombar, dor no joelho e nos pés, calosidades, entre outros.

Para diminuir os sintomas use  salto alto com parcimônia e de preferência à sapatos com saltos mais largos. Além disso, sugiro realizar exercícios físicos regularmente e fortalecer a musculatura do abdômen, quadril e joelhos.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar