15 C
Contagem
sexta-feira, junho 14, 2024
HomeColunasArtigoQuanto foi o roubo total e quem ficou com o dinheiro?

Quanto foi o roubo total e quem ficou com o dinheiro?

Date:

Matérias Relacionadas

Anny Kalessa para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Anny Kalessa (@annykalessa), tenho 22 anos,...

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Marcha para Jesus acontece neste sábado

Para fortalecer os laços de união, amor e de...

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...
Ir para Criarteweb

A crise no Brasil não foi provocada pelo povo brasileiro. A população sabe que a crise foi planejada e trabalhada pelos políticos incompetentes, que usaram dinheiro do povo para satisfazer as próprias vontades.
Não é problema de arrecadação, todos sabemos que o Brasil foi roubado, mas o que ainda está difícil de desvendar é quem ficou com o dinheiro, quantas pessoas, afinal, foram beneficiadas com os desvios e corrupções pelas quais o Brasil, ainda passa, diariamente.
Aliás, se falarmos em arrecadação, o Brasil é um dos países que mais arrecada no mundo, isso por conta de seus altos impostos que, raramente, são repassados para os lugares onde realmente deviam chegar.
Outro ponto também importante e que nós, povo, ainda não conseguimos fazer as contas é de quanto cada órgão público perdeu durante esses roubos. Os rombos que ficaram nas organizações que deviam ter o máximo cuidado com nosso dinheiro são grandes incógnitas e a única certeza que temos é que somos nós que pagamos as contas.
Alguns exemplos dessas dúvidas são o total perdido pela Petrobrás, pela Eletrobrás, qual foi o prejuízo que esses órgãos perderam e para onde e/ou quem foi o dinheiro roubado.
Do mesmo jeito, quais foram os prejuízos dos fundos de pensões como o dos Correios, do Banco do Brasil, Caixa Econômica e do BNDES e quem foi o beneficiário do dinheiro do rombo.

O povo também não sabe quantos assessores os deputados, senadores, governadores, prefeitos têm e em quais órgãos estes assessores estão alocados e quanto ganham.

Tudo que se utiliza do dinheiro do povo precisa ser esclarecido, mas não é possível oferecer o poder da verificação ao povo, uma vez que ainda existem muitos ladrões desconhecidos e outros tantos com poder para julgarem os corruptos já apresentados.
Enquanto o poder do dinheiro do povo parar nas mãos dos ‘propineiros’ não ficaremos sabendo de verdade. Não teremos como descobrir para onde e como serão gastos os tantos reais que pagamos em impostos. Não será possível descobrir quantos são corruptos enquanto todas as esferas estiverem envolvidas de alguma forma nos esquemas que assolam o país.

Vejam outro exemplo de dinheiro que ninguém sabe de onde vem e muito menos para onde vai, a Mega Sena, que ainda não é investigada e é uma das maiores incógnitas do nosso sistema.

Por fim, temos de deixar clara nossa insatisfação com a situação do Brasil, mas temos também que ir atrás de resoluções e não apenas ficar nos lamentando nas rodas de conversa, o dinheiro é nosso e a cobrança também precisa ser!

J.A. Puppio* – Empresário e autor do livro “Impossível é o que não se tentou”

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar