24.1 C
Contagem
sábado, junho 22, 2024
HomeColunasEditorialViver é fazer escolhas

Viver é fazer escolhas

Date:

Matérias Relacionadas

Rayza Almeida para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Rayza Almeida(almeira_rayzaaxz), tenho 20 anos, estou...

Edição 1234 21 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras de mobilidade na BR-381

Desenvolvimento Contagem não para. Após articular, em Brasília, uma reunião...

Restauração do Centro Cultural

Cuidado com o patrimônio Na última semana a Prefeitura deu...

Procon Câmara bate recordes em atendimentos

Referência em defesa do consumidor desde sua inauguração, em...
Ir para Criarteweb

No romance espírita Eternas Virtudes do Amor, livro de Roberto de Carvalho, ele narra a vida de Valentim em sua mais recente experiência encarnatória. Valentim exerceu por mais de um mandato a função de prefeito e, desde que nasceu, teve a oportunidade de, coletivamente, praticar o bem, o que não fez. Vícios morais como egoísmo e ambição fizeram dele um político corrupto, arrogante e preconceituoso, seguindo por um caminho de erros e sofrimentos. É com a morte que ele se conscientiza em relação à trajetória de sua vida, marcada por sentimentos menores e equívocos tanto na vida pessoal como na profissional, em que agiu como um político corrupto, hipócrita e egoísta.
A história de Valentim serve como alerta para aqueles que insistem em encarar o mundo apenas pelo viés do materialismo, esquecendo-se que, na verdade, tudo que se refere à vida material é tão transitório e efêmero quanto a própria existência humana.
Independentemente de crenças, de religião, de conceitos sobre presente e futuro, em vida depois da morte, vale destacar que viver bem o presente é o objetivo de cada ser humano. A vida pessoal e coletiva, portanto, em sociedade, precisa ser levada da melhor maneira possível, compartilhada, plena.
Faz parte desta condição de vida humana o fazer escolhas. Este processo começa já no nascimento, definir o momento certo de deixar o útero materno, chorar ou não quando os pulmões se enchem de ar pela primeira vez, gritar a plenos pulmões avisando sobre a fome sentida ou o silêncio ensurdecedor que incomoda tanto, caminhar ou correr, aprender ou não. Somos levados a fazer escolhas desde quando abrimos os olhos pela manhã, seja para definir como será o desjejum, com que roupa ir, como ir e vir, o que servir no almoço, como será o jantar, que programa ver na televisão, ler este ou aquele jornal, preferir as redes sociais… Enfim, viver é fazer escolhas.
A população de Contagem, em seu conjunto, começa a perceber isso. Vai além, nota que a cidade depende de suas escolhas no momento de eleger seus representantes, mais especificamente prefeito, vice e vereadores. Uma decisão que tem data para acontecer e que precisa ser muito bem pensada.
Não cabe aqui dizer quem deve ser escolhido, mas é tarefa que se cumpre com esmero, alertar o cidadão contagenses sobre suas responsabilidades, lembrando sempre que se viver é fazer escolhas, viver bem é fazer boas escolhas.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar