19.3 C
Contagem
domingo, maio 26, 2024
HomeColunasEditorialÉ hora de agir

É hora de agir

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios.
Mais uma vez, Contagem, uma cidade de trabalhadores, será palco da celebração da 48ª Missa pelo Dia do Trabalhador, 1º de maio – Dia de São José Operário, às 8h, na Praça da Cemig. A Missa será presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Nivaldo dos Santos Ferreira, e concelebrada pelos padres das comunidades de fé da Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida (Rensa).
Todos os fiéis da Arquidiocese, especialmente de todas as paróquias da Rensa, são convidados a participar deste grande momento de fé e comunhão com milhares de trabalhadores que aproveitam para agradecer a São José, protetor dos operários, pelas graças alcançadas.
Como em anos anteriores, são esperados mais de 5 mil trabalhadores, que além das orações e agradecimentos, deverão contar com o reforço das centrais sindicais que certamente vão aproveitar a comemoração para alçar algumas faixas, fixar cartazes e distribuir cartilhas com teor de reivindicação e protestos.
Os trabalhadores que estarão na Praça da Cemig na manhã do próximo 1º de Maio serão chamados também a refletir sobre o verdadeiro papel de cada um no processo de transformação da sociedade, especialmente em ano como o de 2024, que prevê para outubro eleições, a definição de prefeito e vereadores. Eles e todos os demais trabalhadores brasileiros.
É hora de pensar na missão de cada um na construção de um Brasil melhor, mais produtivo, mais democrático – em todos os sentidos -, mais igualitário, especialmente no tocante às oportunidades. É hora de abandonar a inércia da reflexão e assumir a operação dessa máquina chamada nação com os olhos voltados para o coletivo. É hora de cuidar mais do esforço produtivo do que do cartão de ponto; de pensar mais no trabalhador como agente da própria história e menos no empregador, especialmente aquele voltado para a exploração. Hora de agir.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar