20.1 C
Contagem
sexta-feira, maio 17, 2024
HomeCadernosCidadeAlagamentos na cidade

Alagamentos na cidade

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1231 17 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1231 do Jornal de Contagem Pop Noticias

Adriana Mascarenhas para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

A vida nunca prometeu glamour para Adriana Mascarenhas. Aos...

Câmara inaugura usina fotovoltaica

A Câmara de Contagem concluiu neste mês a instalação...

Teletrabalho no governo de Minas

Recuperação estrutural Os cerca de 8 mil servidores que trabalham...

Transcon aposta em ação inusitada

Conscientização Para a campanha do Maio Amarelo 2024, a Transcon...
Ir para Criarteweb

Busca de soluções

Com a chegada do período de chuvas, aumenta a preocupação com os alagamentos. Esse tema foi abordado na reunião da Câmara de Contagem, na terça-feira (05/12). O tema foi pautado a partir de casos envolvendo o bairro Maria da Conceição, onde moradores sofreram nas últimas semanas com as fortes chuvas. As águas subiram e houve perda material. Há suspeita de que obras no local realizadas pela Prefeitura e por uma empresa seriam responsáveis pelos alagamentos.
Diversos vereadores se manifestaram sobre o assunto. O vereador José Carlos (Avante) cobrou da Prefeitura mais planejamento de execução e fiscalização. “Queremos esclarecimentos sobre os pontos de alagamento dessa cidade. Onde estão esses pontos que podem oferecer riscos para a população, não só no Maria da Conceição, mas também em outros bairros? Qual o investimento feito em micro e macrodrenagem em 2023 e quanto foi executado?”, disse o parlamentar.
As críticas foram endossadas por Hugo Vilaça (Avante), que mencionou que os problemas se repetem há anos, e por Abne Motta (sem partido), que alegou que os agentes da Prefeitura estiveram no bairro no período entre dois alagamentos recentes e que, ainda assim, o problema permaneceu.
A vereadora Moara Saboia (PT) pontuou que a prioridade do governo municipal no momento é atender aos moradores em situação de vulnerabilidade e buscar soluções. “Em um momento próximo, assim como em outros casos, a Prefeitura vai investigar e descobrir quem, de fato, é o responsável não só pelo alagamento, mas também pelas perdas que as pessoas tiveram a partir de uma obra que foi feita de forma irresponsável”.

Representantes do governo visitam região

Nesta segunda-feira (4/12), representantes da Prefeitura de Contagem estiveram na Vila Epa, região afetada por uma forte chuva na última sexta-feira (01/12), que resultou em inundações e prejudicou cerca de 20 famílias, ocasionando a perda de móveis, mantimentos, eletrodomésticos, roupas, entre outros.
A prefeita Marília Campos visitou o local pela segunda vez e explicou que o problema se originou após a execução de uma terraplanagem feita por uma empresa privada para construção de um empreendimento. “Essa intervenção resultou em uma alteração do curso natural do córrego que passava na área”, esclareceu.
No mês passado, a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos de Contagem iniciou a implantação de um sistema de drenagem no local na tentativa de melhorar o escoamento da água pluvial, contudo, a obra ainda não terminou. Concomitante a essa intervenção, a empresa privada desativou a própria rede de drenagem, o que pode ter contribuído para agravar a situação e culminar na inundação.
“A prefeitura tomou as medidas imediatas para concluir o sistema de drenagem que começamos e a empresa se comprometeu a reativar a dela. Outras ações serão discutidas em reunião para proteger os moradores e buscar soluções para o problema. Além disso, a Prefeitura está fornecendo assistência às famílias afetadas, garantindo que os moradores estejam protegidos com as intervenções realizadas”, declarou Marília Campos.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar