26.2 C
Contagem
sexta-feira, maio 24, 2024
HomeCadernosCidadeContagem quer agência de transporte metropolitano e obras mais rápidas

Contagem quer agência de transporte metropolitano e obras mais rápidas

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

Agilização das obras de contenção de enchentes executadas pelo Estado em Contagem, criação de uma agência ou de um consórcio para integração e melhoria do transporte por ônibus metropolitanos, além de uma enfática defesa do trem e do metrô para o município e a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Essas foram as pautas colocadas por representantes da Prefeitura em reunião com integrantes da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) nesta segunda-feira (19/6), na Cidade Administrativa de Minas Gerais.
No encontro, a prefeita Marília Campos defendeu a ampliação do diálogo com o governo do Estado, mas também cobrou que os interesses de Contagem sejam atendidos. Entre as demandas, o transporte coletivo metropolitano ganhou destaque. Cerca de 60% dos ônibus que circulam pelo município são gerenciados pela Seinfra. Para refazer traçados, aumentar a quantidade de ônibus e tornar o transporte mais eficiente, a prefeita propôs a criação de uma agência ou de um consórcio envolvendo os municípios e o Estado. Na visão dela, essa medida pode ser decisiva para beneficiar a população que utiliza os ônibus metropolitanos.
O município ainda defendeu que as obras de expansão do metrô na cidade não se atenham à proposta de ir apenas até o bairro Novo Eldorado, com apenas mais 1,5 km de linha. Marília defendeu que a linha 1 do metrô seja estendida pelo menos até o entroncamento da avenida João César de Oliveira com a Via Expressa, nas proximidades de onde será construído o terminal de ônibus municipais do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM).
Obras para conter enchentes – A agilização das intervenções de contenção de cheias foi outro tema abordado no encontro na Cidade Administrativa. Os integrantes da Prefeitura cobraram mais rapidez nas obras da bacia da Rio Volga, executadas pelo Estado. Além da bacia propriamente dita, também há intervenções na região da Toshiba e na avenida Francisco Firmo de Mattos; essa última que vai evitar enchentes na Vila Samag. O total das obras é de R$ 124 milhões contratados por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e mais R$ 27,8 milhões aportados por Contagem.
A administração municipal quer que as obras da Rio Volga sejam concluídas até o fim deste ano e que as outras duas intervenções sejam iniciadas antes do período chuvoso, o que já pode ajudar a conter enchentes na Firmo de Mattos, na avenida General David Sarnoff e na avenida Tereza Cristina, no limite com Belo Horizonte. “Vamos chamar a empresa responsável pelas obras e pedir que sejam mais ágeis e vamos dar um retorno à Prefeitura”, comprometeu-se o secretário Pedro Bruno.
Além da contenção de cheias no Riacho das Pedras, as obras das bacias B3 e B4, que também vão ajudar a conter as enchentes do ribeirão Arrudas, estão em plena execução. O aporte de cerca de R$ 100 milhões foi feito pelo Estado e o trabalho fica a cargo do município. “O cronograma de execução está sendo seguido”, informou o secretário de Obras e Serviços Urbanos, Rômulo Perilli.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar