18.1 C
Contagem
quarta-feira, maio 29, 2024
HomeCadernosDestaquesProjeto de lei em benefício da mulher

Projeto de lei em benefício da mulher

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

PRESIDENTE JAIR BOLSONARO, SEM PARTIDO, sancionou nesta quarta-feira dia 28/07/2021, o projeto de lei que inclui no código penal brasileiro o crime de violência psicológica contra a mulher.

O ato deve ser publicado no diário oficial da união (DOU), nesta quinta-feira dia 29/07. O projeto foi aprovado pelo Senado em primeiro de Julho, e pela Câmara dos Deputados, em dois de Julho.

O texto fala que a violência psicológica contra a mulher, consiste em “causar dano emocional a mulher que a prejudique e perturbe seu pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou a controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem ridicularização, limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que cause prejuízo à sua saúde psicológica e autodeterminação“.

O crime terá pena de reclusão de seis meses a dois anos, além do pagamento de multa, com previsão de pena maior, em caso de a conduta constituir em crime mais grave.
A pena por lesão corporal contra a mulher também foi alterada durante a tramitação do texto no Congresso, e aumentada, ela passa a ser de 01 a 04 anos de prisão, casos de lesão corporal, geralmente têm pena de prisão de 3 meses a um ano. Conforme o texto sancionado, a Lei Maria da Penha, passa a estabelecer o risco a integridade psicológica contra a mulher como fundamento para o afastamento do agressor do local de convivência.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar