18.1 C
Contagem
quarta-feira, maio 29, 2024
HomeCadernosCidadeVereadores apresentam indicações para reduzir os impactos da Covid-19

Vereadores apresentam indicações para reduzir os impactos da Covid-19

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

A Câmara Municipal de Contagem realizou, nesta terça-feira (07/04), sua segunda reunião ordinária por vídeo conferência, para tratar de questões relacionadas à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Se, na última semana, foi apreciado projeto voltado para a readequação dos contratos, recursos e processos da administração pública, em relação ao contexto de calamidade vivido pela cidade, nesta reunião, os vereadores apresentaram e discutiram requerimentos e indicações voltados para o enfrentamento às consequências do coronavírus, tanto na saúde quanto na área socioeconômica.

Entre as principais reivindicações abordadas pelos parlamentares, incluem-se: a necessidade de garantir os equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde; o fornecimento de “bolsa-alimentação” para famílias de estudantes da rede municipal de ensino; o reforço na vacinação antigripal para os grupos de risco, principalmente no modo drive thru (de dentro do carro); a realização de higienização das vias, espaços públicos e dos ônibus com solução de hipoclorito; fornecimento de kit de produtos de higiene para famílias de baixa renda; além do esforço pela realização de mais testes do coronavírus.

Houve também o pedido de esclarecimentos para a Secretaria Municipal de Saúde em relação ao atendimento e tratamento dos casos suspeitos e confirmados na cidade: se as pessoas estão sendo devidamente testadas; se está havendo a notificação transparente dos casos; quais as medidas a serem adotadas caso haja aumento dos casos e qual a capacidade da rede de saúde. Além disso, pediram detalhes sobre o funcionamento do Hospital Santa Helena, na medida em que será começará a ser utilizado pela rede pública.

Considerando as dificuldades econômicas geradas pela pandemia, os vereadores debateram a importância da revisão dos tributos municipais realizada por decreto da Prefeitura. No entanto, alguns reafirmaram a necessidade de se rever também a cobrança do IPTU – com a prorrogação do prazo para pedido de isenção, redução dos valores cobrados, prorrogação do vencimento do imposto e o não-protesto daqueles que não conseguirem pagar.

Em relação ao apoio social, alguns vereadores solicitaram à Prefeitura de Contagem auxílio financeiro ou alimentar para vendedores ambulantes, feirantes e autônomos impossibilitados de trabalhar, além de medidas de acolhimento e proteção para pessoas em situação de rua.

A única solicitação que não teve apoio unânime foi pela reabertura de todos restaurantes populares para fornecimento de marmitex para o público geral. Atualmente, apenas algumas unidades têm funcionado, atendendo exclusivamente a população de rua. Os vereadores Ivayr Soalheiro, Capitão Fontes e Alessandro Henrique votaram contra o atendimento ao público, argumentando que a medida poderia gerar aglomerações.

Projeto de lei e Comissão Especial

Além da apreciação de requerimentos, indicações e moções relacionados ao coronavírus, a reunião contou com a apresentação de um projeto de lei proposto pelo vereador Pastor Itamar, que propõe penalidades ao fornecedor de produtos e serviços que desrespeitem o Código de Defesa do Consumidor. “O objetivo é impedirmos a ação de aproveitadores da dor dos outros, que abusam dos preços de produtos essenciais, como o álcool em gel, em um período de calamidade, como estamos vivendo”, explicou o autor.

A partir de um requerimento do mesmo parlamentar, o presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho, criou a Comissão Especial de Combate ao Covid-19, envolvendo alguns membros da Comissão Externa de Saúde, reforçada por outros vereadores. O objetivo é fiscalizar e cobrar as ações da Prefeitura nesse sentido, além de atuar junto à Secretaria Municipal de Saúde e à população para amenizar consequências da pandemia em vários âmbitos.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar