18.1 C
Contagem
quarta-feira, maio 29, 2024
HomeColunasEditorialEleição e cidadania

Eleição e cidadania

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

Os eleitores dos mais de 5,5 mil municípios brasileiros que irão eleger novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em 4 de outubro deste ano têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação de seu título eleitoral junto a Justiça Eleitoral.
Assim, pessoas que perderam o recadastramento biométrico e tiveram o título cancelado, não justificaram a ausência nas últimas eleições ou ainda desejem alterar o domicílio eleitoral têm até esse dia para se dirigirem ao cartório eleitoral mais próximo a fim de resolver suas pendências.
Dentro dos próximos 60 dias, os cidadãos que votarão pela primeira vez também devem solicitar o documento, e os eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida precisam pedir transferência para uma seção eleitoral adaptada.
O título eleitoral é apenas uma das condições exigidas para que o cidadão escolha o representante que deseja ver no comando do município em que reside e também no Legislativo municipal. Como se pode perceber, a disputa é enorme e os interesses em jogo são muitos. Acima de tudo, o cidadão precisa entender que votar não é simplesmente escolher um nome e deixar para lá. Votar com consciência é refletir na hora da escolha, é acompanhar o trabalho dos escolhidos, é cobrar o compromisso que os candidatos firmaram durante a campanha. Enfim, é não deixar se enganar pela propaganda
Por falar nisso, o Tribunal Regional eleitoral já disponibilizou um link em sua página na internet (www.tre-mg.jus.br) para receber denúncias de irregularidades feita nas ruas ou na rede mundial de computadores.
É importante lembrar que o sistema não aceita denúncias anônimas, sendo obrigatória a identificação do denunciante, mas os dados pessoais ficam restritos à Justiça Eleitoral e não constarão do expediente instaurado para constatar a irregularidade. O cidadão também pode denunciar pessoalmente, no cartório ou Ministério Público.
Aqui, o Ministério Público Estadual já anunciou que vai investigar se há irregularidades nessa área, inclusive nas chamadas redes sociais, levando em conta a disputa pela Prefeitura.
No dia 16 de agosto, passa a ser permitida a propaganda eleitoral, inclusive na internet. Os comícios poderão acontecer até o dia 1º de outubro. A divulgação paga, na imprensa escrita, de propaganda eleitoral e a reprodução, na internet, de jornal impresso com propaganda relativa ao primeiro turno serão permitidas até o dia 2. Já a distribuição de santinhos e a realização de carreatas e passeatas podem ocorrer até 3 de outubro. O horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão passa a ser veiculado de 28 de agosto a 1º de outubro.
Faça a sua parte e exerça sua cidadania.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar