20 C
Contagem
sexta-feira, junho 14, 2024
HomeCadernosGeralFim de convênio

Fim de convênio

Date:

Matérias Relacionadas

Anny Kalessa para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Anny Kalessa (@annykalessa), tenho 22 anos,...

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Marcha para Jesus acontece neste sábado

Para fortalecer os laços de união, amor e de...

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...
Ir para Criarteweb

Com objetivo discutir com a diretoria da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) o iminente rompimento de contrato entre a estatal de energia e a Caixa Econômica Federal (CEF) pelo qual as casas lotéricas são autorizadas a receber pagamento de contas de energia elétrica no Estado, uma comissão formada por deputados estaduais e representantes de casas lotéricas visitou a sede da empresa, em caráter de urgência.
A visita resultou de mobilização dos parlamentares e lotéricos, reunidos, na quarta-feira (13/06), para discutir o assunto, em audiência pública da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Durante a reunião, enquanto deliberavam sobre a aprovação da visita à sede da estatal e também à Caixa Econômica, receberam telefonema da Cemig convidando os parlamentares para uma reunião.

Eles foram recebidos por diretores da empresa que explicaram o impasse comercial que levou ao cancelamento do contrato com a Caixa. Segundo a estatal, o banco quer aumentar a tarifa cobrada por boleto recebido, mas o valor não foi aceito pela Cemig.
Além da ida à Cemig, a comissão aprovou também, ao final da audiência, uma visita à sede da CEF regional, no município de Belo Horizonte, para debater a rescisão de contrato de prestação de serviços envolvendo Cemig, CEF e casas lotéricas.

Segundo os participantes da audiência, o fim da relação contratual acarretará grande impacto social, com prejuízos não só para as lotéricas, que já operam o serviço há anos, mas para a população de modo geral, sobretudo nos bairros periféricos da capital e das cidades maiores e nos municípios de menor porte que, muitas vezes, não contam com rede bancária credenciada.

O desacordo entre a Caixa e a estatal mineira se deu devido a uma diferença de apenas 20 centavos por conta paga, que passaria de R$ 0,52 para R$ 0,73 a partir de 1º. de julho.

Diante da falta de acordo, a Cemig anunciou que a partir do próximo dia 26 as lotéricas já não poderão receber mais as contas de energia elétrica. A medida pegou de surpresa tanto os lotéricos quanto os usuários. Em BH, o consumidor recebeu um panfleto da empresa indicando 15 postos de pagamento em lojas como padarias, drogarias e supermercados, em substituição às 230 casas lotéricas antes credenciadas.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar