20 C
Contagem
sexta-feira, junho 14, 2024
HomeCadernosPolíticaMinistros do STF "congelam" os próprios salários

Ministros do STF “congelam” os próprios salários

Date:

Matérias Relacionadas

Anny Kalessa para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Anny Kalessa (@annykalessa), tenho 22 anos,...

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Marcha para Jesus acontece neste sábado

Para fortalecer os laços de união, amor e de...

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...
Ir para Criarteweb

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu não inserir na proposta de orçamento para o ano que vem a previsão de aumento nos salários dos ministros da Corte.

Se a proposta fosse aceita, os ganhos mensais dos integrantes da Corte passariam
de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil e teriam efeito cascata nos salários do funcionalismo,
cujo subsídio é o valor máximo para pagamento de salários no serviço público.

Representantes das entidades de classe dos juízes percorreram os gabinetes dos ministros do Supremo em busca de apoio para a inclusão de reajuste 16,8% na proposta orçamentária da Corte, que deve ser enviada ao Ministério do Planejamento até o dia 31 de agosto para compor do orçamento dos três poderes que será analisado pelo Congresso.
No entanto, após encontro com a presidente do STF, Cármen Lúcia, foram alertados que o aumento não seria colocado no orçamento por causa da crise econômica do país e porque não caberia no orçamento da Corte.
Em 2016, um projeto de lei que previa outro aumento para vigorar neste ano não teve andamento no Senado.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar