24.4 C
Contagem
quinta-feira, junho 13, 2024
HomeCadernosGeralTCEMG vai cobrar qualidade

TCEMG vai cobrar qualidade

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Marcha para Jesus acontece neste sábado

Para fortalecer os laços de união, amor e de...

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...

O Impacto das eleições municipais nos serviços públicos

As eleições municipais, que elegem prefeitos, vice-prefeitos e vereadores,...
Ir para Criarteweb

O Tribunal de Contas do Estado (TCEMG), desde o início da administração do conselheiro Cláudio Terrão assumiu como foco de atuação o controle externo da aplicação de recursos públicos em educação, feita pelo estado e pelos municípios mineiros. O novo presidente explicou que a Corte de Contas vai monitorar a qualidade do serviço prestado e ajudar os gestores a melhorar a realidade do ensino.

Nesses próximos dois anos nós selecionamos a educação como um serviço prioritário a ser fiscalizado. E, neste sentido, estabeleceremos as parcerias necessárias com os municípios e o estado, além das organizações não governamentais e da imprensa. Sobretudo porque esses controladores sociais são parceiros da sociedade e o que nos interessa é que a sociedade tenha um serviço de educação de qualidade, declarou.

PNE

Para colaborar com a educação pública em Minas Gerais, o TCEMG pretende acompanhar a execução dos planos nacional, estadual e municipais de educação. A assessora da Presidência do Tribunal, Naila Garcia Mourthé, informou que o órgão fará o monitoramento das 20 metas e 254 estratégias do PNE (Plano Nacional de Educação), que devem ser contempladas nos planos de todos os entes federativos.

Segundo Naila, a atuação será preventiva e pedagógica, sensibilizando os gestores para esse desafio. Num primeiro momento, o Tribunal vai emitir alertas para os jurisdicionados cujas metas estejam em risco de não serem cumpridas. Serão usados bancos de dados do TCEMG, IBGE e MEC para identificação dos municípios em piores condições. A partir do diagnóstico, o Tribunal solicitará a criação de planos de ações para que as deficiências sejam vencidas, e cobrará a execução do planejamento.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar