sexta-feira, 19 julho

    Restauração do Centro Cultural

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    Cuidado com o patrimônio

    Na última semana a Prefeitura deu um importante passo para devolver mais um equipamento cultural para a cidade de Contagem. Na ocasião, a prefeita Marília Campos assinou a Ordem de Serviço para o projeto de restauração do complexo do Centro Cultural Prefeito Francisco Firmo Matos Filho (casas Rosa, Azul e Amarela), prédios tombados pelo Conselho Municipal de Cultura e do Patrimônio Ambiental e Cultural de Contagem (COMPAC).
    A ação visa não apenas o cuidado com o patrimônio material da cidade, mas também de manter a história e a reflexão sobre fatos e acervos, que devem ser não somente conhecidos, como preservados pela própria população.
    O processo de restauração de bens tombados é delicado e precisa ser realizado com cuidado. É por isso que a existência de um projeto bem elaborado e consistente permitirá que a Prefeitura consiga, por meio de parcerias públicas e/ou privadas, realizar as reformas de uma forma mais rápida e efetiva, alocando os recursos necessários à completa execução da restauração do espaço dentro das mais avançadas e modernas tecnologias de recuperação de bens tombados.
    “Contagem é uma cidade com um rico patrimônio cultural e a valorização dos nossos equipamentos é uma prioridade da atual gestão do município. O complexo do Centro Cultural é um marco da história contagense, que já abrigou importantes eventos e iniciativas. A restauração do espaço é algo que vai além do concreto, se relacionando com a identidade da cidade e o sentimento de pertencimento do nosso povo”, afirmou o secretário de Cultura, Ramon Santos.
    Desde 2021, a Prefeitura de Contagem já devolveu vários equipamentos culturais para a população, entre eles a Casa da Cultura Nair Mendes Moreira – Museu Histórico de Contagem, a Casa de Cacos e o parque Gentil Diniz, além de inaugurar o CEU das Artes Ressaca. Para o primeiro semestre deste ano ainda é prevista a inauguração do CEU das Artes Nova Contagem e da Estação Bernardo Monteiro.

    spot_imgspot_img