sexta-feira, 12 julho

    Policiamento em Contagem

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    A Comissão Externa de Segurança Pública da Câmara Municipal de Contagem (CESP) está disposta a mobilizar população, Conselhos, Polícia Militar e autoridades em uma audiência pública para a discussão mais ampla sobre as mudanças propostas pelo Governo do Estado e Comando da PMMG para o policiamento em Contagem.
    A mudança diz respeito à substituição de algumas das Companhias de Polícia por Bases Móveis de Policiamento, ou Bases Móveis Comunitárias – vans da PMMG equipadas com câmeras de videomonitoramento, rádios e equipamentos de segurança, que ficarão localizadas estrategicamente em locais com maior incidência de crimes e grande circulação de pessoas. Sendo assim, algumas Companhias retornariam para a sede de seus respectivos batalhões.

    Foi essa a discussão iniciada pelo vereador Alex Chiodi (SD) no Grande Expediente da última Reunião Ordinária da Câmara, o parlamentar falou sobre o encontro com o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Sargento Rodrigues (PTB).

    Na ocasião, foi discutido o possível fechamento – ou o deslocamento para a sede dos Batalhões – de algumas Companhias da PM em Contagem, que seriam substituídas pelas Bases Móveis Comunitárias. Uma delas é a 133ª Cia de PMMG, localizada na região da Sede do Município há 14 anos, assunto que foi alvo de outros debates na Câmara no mês de abril.

    Por este motivo, pedimos a intervenção da Comissão de Segurança Pública da Assembleia, no sentido de que a Polícia Militar reveja a decisão de substituir as companhias pelas bases móveis,

    disse. Ainda de acordo com Chiodi, a CESP vai solicitar, por meio de ofício, que a Comissão de Segurança da ALMG realize uma audiência pública na Câmara.

    spot_imgspot_img