quinta-feira, 18 julho

    Capacitação a vicentinos

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    A diretoria do Lar Maria Clara, entidade parceira do município, recebeu a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, no sábado (9), para a capacitação aos Vicentinos sobre a política da assistência, o SUAS e os serviços socioassistenciais ofertados no município.
    O encontro teve como objetivo apresentar como é realizado o trabalho vicentino e explicar o fluxo com a política de Assistência Social do Município para o acolhimento institucional.
    Representantes da Superintendência de Assistência Social explicaram aos participantes sobre o funcionamento destas unidades públicas e da importância do conhecimento pela rede socioassistencial do trabalho realizado pelo SUAS CONTAGEM- Sistema Único de Assistência Social.
    “É importante ressaltar o trabalho das equipes dos CRAS e CREAS com as famílias para fortalecê-las de modo a evitar a institucionalização de idosos, demanda crescente no município, bem como a importância do trabalho das promotorias, também atuantes na defesa dos direitos dos idosos contagenses”, disse a superintendente de Assistência Social, Miralva Gonçalves.
    De acordo com a presidente do Lar Maria Clara, Ângela Maria Campos Rabello, os idosos, antes da institucionalização, precisam ser acolhidos por uma rede de proteção à pessoa idosa. “Acredito que o trabalho com idosos tem que ser de referência na humanização, dignidade e respeito dentro do Lar Maria Clara, mas também temos a responsabilidade de discutir esta ação como política pública. Como Vicentina, não posso me furtar a este primordial debate”, afirmou.

    Lar Maria Clara

    O Lar Maria Clara é uma associação sem fins lucrativos, de assistência social. Tem por finalidade prestar serviços de relevância social e de interesse público, de acolhimento institucional aos idosos em situação de vulnerabilidade ou risco social.
    O terreno onde hoje se situa a instituição foi doado pela senhora Maria Clara de Jesus para a construção de uma Vila Vicentina, em 1927, composta, inicialmente, por 8 casas. Em meados da década de 50, a vila foi ampliada e passou a ser chamada “Asilo São Vicente de Paulo”. Em 1996, passou a ser denominada “Lar Maria Clara”.

    spot_imgspot_img