sexta-feira, 12 julho

    Lousas digitais

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    Alunos das escolas municipais e da Fundação de Ensino de Contagem (Funec) estão vivenciando uma nova forma de aprendizagem. A tecnologia chegou às salas de aula com a instalação das lousas digitais, que estão conquistando professores e estudantes devido às diversas possibilidades de interação na hora de passar o conteúdo.
    Ao todo foram distribuídas 85 lousas a instituições da Rede Municipal de Ensino que oferecem o ensino médio e cursos técnicos. A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) tem a proposta de modernizar as didáticas e melhorar a qualidade do ensino.
    As lousas digitais são interativas. Elas têm um computador interno e um painel de controle central. O equipamento é sensível ao toque do dedo, sendo possível até dez toques simultâneos. Contem câmera de documentos, projetor widescreen, sistema de áudio integrado e suporte a microfone sem fio.
    Para o professor de tecnologia Edson Piacentini, o grande diferencial das lousas é a interatividade. “A ferramenta enriquece a didática, pois dentro da sala de aula o professor consegue trazer a informação de várias maneiras, utilizando imagens, músicas, vídeos, trabalhar com arquivos feitos em vários softwares. Isso abre uma gama de possibilidades, fazendo a diferença. O grande desafio mesmo será a construção de conteúdo”, afirma.
    A secretária Municipal de Educação e presidente da Funec, Sueli Baliza, ressalta que o investimento em novas tecnologias proporciona didáticas diferenciadas para a melhoria contínua do ensino. “As novas tecnologias fazem parte da vida de toda essa geração de estudantes, bem como do nosso futuro. Nesse aspecto, a Educação também precisa caminhar junto a essas mudanças e avançar apostando em práticas pedagógicas modernas”.

    Interesse pelo lúdico desperta a
    participação de todos

    A educação precisa caminhar junto a essas mudanças e avançar apostando em práticas pedagógicas modernas

    Na Escola Municipal Eli Horta Costa, a lousa digital chegou causando furor. Todos os alunos querem ter aulas na sala em que o equipamento foi instalado e os professores têm atendido aos pedidos, pois além de lúdicas, as atividades despertam o interesse e participação de todos.
    Conforme explica a diretora da Eli Horta, Márcia Rocha, a instituição de ensino foi uma das primeiras a receber a lousa e todos estavam ansiosos para começar a usá-la. “Tivemos o privilégio de receber a lousa como projeto-piloto da rede e estamos muito felizes, porque atende a realidade que queremos hoje dentro da escola. Nossos estudantes do 6º ao 9º ano já são totalmente tecnológicos, então eles buscam o tempo inteiro essas novidades. As atividades podem ser feitas de forma lúdica e cativam ainda mais a atenção dos alunos”, destaca.
    A professora de português Patrícia Rabelo, da Escola Municipal Dona Cordelina da Silveira Mattos, está encantada com as possibilidades trazidas pela lousa digital. “Essa é uma ferramenta que pode mudar a nossa vivência na escola, abrir novos caminhos. Já conheço um pouco da tecnologia e é muito interessante ver que isso é possível dentro da escola em Contagem, pois parecia uma realidade muito distante”, afirma.

    spot_imgspot_img