segunda-feira, 22 julho

    Tempestades de verão

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    Além das altas temperaturas, o verão do Sudeste brasileiro é caracterizado pelas tempestades que acontecem, principalmente, nos fins de tarde. Por isso, a população deve ficar atenta aos perigos desse fenômeno meteorológico, como a ocorrência de raios, rajadas de ventos e inundações.
    Como o Brasil está localizado em uma zona tropical, o clima quente favorece a formação de tempestades. No país, é registrada uma das maiores incidências de relâmpagos do planeta. Anualmente, mais de 1 milhão de raios são contabilizados apenas em Minas Gerais, e essas descargas atmosféricas podem causar acidentes com a população e danos ao sistema elétrico.
    De acordo com o engenheiro de segurança do trabalho da Cemig Demetrio Aguiar, alguns procedimentos devem ser adotados pela população durante as tempestades, como desligar das tomadas os equipamentos elétricos, evitando o risco de queima e à segurança das pessoas. “Ocorre da seguinte forma: durante as chuvas, o raio pode cair nas proximidades da edificação ou até mesmo na rede elétrica e chegar às residências por meio da fiação, podendo atingir os moradores. Mas é importante salientar que os equipamentos devem ser desligados antes da tempestade começar, pois há risco de choque elétrico se isso for feito durante a chuva”, explica o engenheiro.
    Demetrio Aguiar alerta, ainda, para os danos que as descargas elétricas podem provocar no corpo humano: “O raio provoca queimaduras gravíssimas e pode provocar parada cardiorrespiratória, que leva inclusive à morte”.
    As tempestades também podem causar rompimento de fios elétricos da rede de energia. Nesse caso, é imprescindível que todos se mantenham distantes do local. “Caso alguém se depare com um cabo partido, nunca deve aproximar-se ou tocar a fiação e, se possível, não deve permitir que outras pessoas se aproximem também. Nestes casos, a recomendação é ligar imediatamente para o Fale com a Cemig, no telefone 116, que funciona 24 horas por dia”, destaca Demetrio.
    O mesmo cuidado deve ser tomado em caso de queda de árvores sobre as vias públicas, pois elas podem cair sobre as redes elétricas e trazer consigo fios elétricos possivelmente energizados que ficam escondidos sob as folhas e podem causar acidentes graves.

    spot_imgspot_img