quinta-feira, 18 julho

    POBREZA CRESCENTE…

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    O QUE ESPERAR DEPOIS DAS ELEIÇÕES/2018?

    As charges ao lado expostas, do admirável cartunista Duke (do conceituado jornal O TEMPO), inspiraram-me ampliar o tema relativo à crescente pobreza que atormenta a maior parte dos brasileiros. Dentre eles os que se encontram em deplorável estado de miséria; que nem cachorros abandonados e esfomeados, perambulando sem rumo.
    A chamada “crise sem fim”, todos sabemos, foi gerada pela injustiça social e o decepcionante desmantelo governamental, que desde longo tempo, vem arruinando a produtividade de toda iniciativa privada nos diversos segmentos. Consequentemente, acarretou o desemprego de mais de 12 milhões de trabalhadores, parte dos quais já desistiu de tanto procurar trabalho e não o conseguir nem aqui, nem ali e nem acolá.

    Portanto, os sinais de agravamento da pobreza, irmanada à miséria, são visíveis a olho nu por todo este Brasil afora, onde quer que esteja, defronta-se com situações chocantes e angustiantes, quando se percebe que milhares de pessoas vivem em total penúria, privada das necessidades básicas, morando debaixo de viadutos; nos beirais de vias de acesso urbano em locais isolados mais afastados, nos quais são construídas malocas fétidas de tábua ou de papelão. Dessa forma, observa-se também, que a quantidade de pedintes e moradores de rua é impressionante. Notadamente, nas grandes cidades onde esses milhares de desafortunados estão se aglomerando, formando “cidades paralelas”.

    E quando se trata da segurança pública, uma das maiores preocupações da sociedade brasileira, é realmente assustador o aumento da violência e do crescente índice de criminalidade no país. Todos precisam saber que esse gravíssimo problema tem tudo a ver com o subdesenvolvimento humano, quase sempre, causado pela pobreza e a ignorância. Visto que, dados estatísticos e fidedignos comprovam que “as taxas de homicídios com maior número de assassinatos acontecem nos municípios mais pobres”. Ou seja, há muito mais mortes onde há mais pobres.

    Diante desses e de outros malefícios que afligem todas as comunidades do país, triste… muito triste mesmo é saber que todas essas barafundas de coisas ruins, foram geradas por políticos desonestos, que se empoleiraram nas instituições públicas e nunca se interessaram por nenhum projeto para melhorar as condições da administração do país. Referindo-me à corja de políticos antagonistas, traidores que sempre legislaram na contramão do desenvolvimento nacional; useiros e vezeiros na prática de conchavos de ladroagem dos recursos públicos.

    Finalmente, oxalá que o novo presidente da República seja um autêntico patriota, ilibado, inteligente e comprometido com a reconstrução desta nação que se encontra arruinada e que, efetivamente, possa governá-la com exímio desempenho, olhando para todos brasileiros e enxergando cada um, visando o bem social coletivo para que todos possam crescer, prosperar e viver dignamente sem humilhação e discriminação.

    Alberto de Andrade Silva – Comendador

    spot_imgspot_img