quarta-feira, 24 julho

    Cozinha Inteligente

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    O projeto Cozinha Inteligente, realizado pelo Servas, em parceria com o Sesc-MG e Senac-MG, entregou para o mercado de trabalho 18 profissionais da cozinha especializados em aproveitamento integral de alimentos e gestão de resíduos. Agora, o Servas trabalha para levar o programa, que chegou à quarta edição, para o interior do estado de Minas Gerais.
    O Cozinha Inteligente, segundo a presidente do Servas, Carolina Pimentel, foi pensado como forma de criação de emprego e renda. E já formou mais de 100 profissionais desde 2015, quando foi implementado.

    Foi uma caminhada vitoriosa graças aos nossos parceiros e professores. O Cozinha Inteligente é uma oportunidade. Surgiu como um projeto social, uma oportunidade de formação e geração de renda, o que me deixa muito orgulhosa e feliz porque deu certo, diz Carolina.

    A presidente do Servas lembra que a cadeia produtiva da gastronomia mineira é uma das mais diversificadas do mundo e já conta com uma política pública específica para a área: o programa +Gastronomia, idealizado para servir de conexão entre os setores e valorizar essa cadeia produtiva. Carolina Pimentel adianta que o Servas trabalha agora para levar o Cozinha Inteligente para cidades do interior de Minas Gerais.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo