sábado, 13 julho

    DEM lança nome e racha com PSDB

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    Lideranças do Democratas lançaram na segunda, dia (19), em Belo Horizonte, a dobradinha Rodrigo-Rodrigo para as eleições deste ano -Maia, presidente da Câmara, para o Planalto e Pacheco, deputado federal, para o governo de Minas Gerais.
    Pacheco, ex-MDB, assinou sua filiação ao DEM durante a solenidade. Sua candidatura deve consolidar um racha com os tucanos, aliados históricos, que lançarão o senador Antonio Anastasia para o governo do segundo maior colégio eleitoral do país.

    Vou levar o nome de Maia aos 853 municípios de Minas, é um compromisso público que eu assumo, disse, ao lado do presidente da Câmara.

    Em seus discursos, ambos defenderam renovação política, corte de gastos, enxugamento da máquina pública e desenvolvimento econômico, enfatizando a crise econômica que Minas Gerais vive.
    Maia – O presidente da Câmara enfatizou a importância do diálogo para enfrentar o colapso financeiro dos estados -já sentido em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

    Aquela política radicalizada e polarizada gerou esse estado onde ficou impossível repactuar acordos mínimos para a sociedade disse.

    “O ciclo que vem da redemocratização do Brasil, o ciclo da nova República, termina no final deste ano. E a sociedade daqui para frente vai exigir mais diálogo, mais transparência e mais equilíbrio. Olho no olho.”

    Ninguém que faz política séria nesse país poderá entrar nas eleições de 2018 prometendo grandes investimentos. Quem estiver fazendo isso estará mentindo, completou.

    O pré-candidato insistiu no tema da segurança pública, mas sem mencionar a intervenção federal em seu estado, o Rio de Janeiro.

    spot_imgspot_img