sexta-feira, 12 julho

    Tarefa cumprida

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    Mais hoje, mais amanhã, a Polícia Militar, através de seus comandantes de região, companhias e batalhões, deve vir a público para anunciar o reforço no policiamento ostensivo para garantir tranquilidade nas compras de fim de ano. Com isso a corporação desencadeia a Operação Natalina em todo o Estado, com ações de caráter preventivo e repressivo. O período natalino impõe às forças de segurança, especialmente à Polícia Militar, a estruturação de ações específicas para prevenir a ação de infratores da lei, que, aproveitando-se da intensificação de compras pela população, intentam praticar crimes contra o patrimônio, como furtos e roubos.
    Engana-se quem acredita que a tarefa de garantir segurança é exercida somente pelas forças públicas, sejam federais, estaduais ou municipais. Com foco no aspecto preventivo, a população é constantemente chamada a exercer papel preponderante, ao adotar medidas de autoproteção.
    As polícias aumentam efetivos nas ruas, distribuem panfletos com dicas de segurança visando atingir aos comerciantes, bancários e às pessoas que vão às compras e avisam: “para conseguir bons resultados na área da segurança pública, é imprescindível a participação ativa do cidadão, que deve adotar as medidas de autoproteção e denunciar situações emergenciais à PM, pelo 190, e qualquer tipo de crime pelo número 181, sem necessidade de identificação do usuário.
    Para quem vai às compras, é recomendado ir acompanhado, pois é mais seguro; pagar com cheque ou cartão, o que evita transitar com grandes quantias em dinheiro; evite deixar a bolsa, carteira ou objetos comprados em cima de mesas e balcões; não mostrar dinheiro em público; que bolsas, carteiras ou sacolas de compras devem ser transportadas sempre junto ao corpo; que evite carregar muitos pacotes ou sacolas, para não ter as duas mãos ocupadas; que ao sair do banco se olhe bem para os lados, para ter a certeza de que não está sendo seguido; que jamais se aceite ajuda de estranhos ao utilizar os caixas eletrônicos, a maioria dos golpes são aplicados por falta de atenção. Não compre bilhete premiado e se alguém oferecer lucro ou dinheiro fácil, desconfie. Finalmente, não esqueça de memorizar as características do suspeito e acionar imediatamente a Polícia. Não precisa e não deve pegar o bandido à unha. Em outras palavras, faça sua parte e torça, bastante, para que os outros cumpram a deles.

    spot_imgspot_img