sexta-feira, 12 julho

    Alunos protestam

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    No próximo sábado, dia 5 de outubro, às 9h, aproximadamente 100 alunos do Colégio Agostiniano Frei Carlos Vicuña, em Contagem, que oferece cursos gratuitos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), farão uma caminhada em oposição a PEC paralela da reforma da Previdência (PEC 133/2019), sobre a cobrança de contribuições previdenciárias para entidades educacionais filantrópicas.
    Segundo a diretora do Frei Carlos Vicuña, Arlene Faria, alunos, funcionários e comunidade estão convocados para participar dessa caminhada, todos de branco, e lutar contra essa PEC que prejudica milhares de pessoas. “A cobrança gradual de contribuições previdenciárias das entidades educacionais ou de saúde com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas terá um impacto gigantesco na área de Educação”, comenta a diretora.
    Para mobilizar os alunos, durante os dias que antecedem a passeata, os professores irão explicar aos alunos o que é filantropia e os prejuízos causados a eles e tantos outros, caso a PEC 133 seja aprovada. Também farão debates e mostrarão vídeos em sala de aula para mobilizá-los para o dia da ação.

    spot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo