sábado, 13 julho

    Corte etário para 2019

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    A Secretaria Municipal de Educação (Seduc), por meio da resolução publicada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), orienta às escolas e aos pais de alunos sobre a idade de corte daqueles que vão ingressar na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, com idade de 4 e 6 anos, respectivamente, completados até 31 de março em 2019. O objetivo é que não haja interrupção ou retenção no percurso formativo dos estudantes.
    A regra pode ser dispensada, segundo o CNE, para os alunos que já frequentam o ensino regular e eventualmente fazem aniversário depois da data limite. A partir de agora, escolas públicas de todo o país deverão observar a regra firmada em 2010. Os estudantes nascidos de 01/04/2013 a 30/06/2013, que realizaram o cadastro escolar em 2018, para acesso em 2019, deverão ser matriculados no 1º ano do Ensino Fundamental.

    As inscrições de cadastro escolar, realizadas em 2018, para acesso em 2019, na Educação Infantil, obedecerão ao corte etário, até 31 de março. As crianças matriculadas e frequentes em instituições como creche (0 a 3 anos) ou pré-escola (4 e 5 anos), terão sua progressão assegurada, mediante comprovação de escolarização.

    Em casos de não comprovação do estudante na Educação Infantil ou pré-escola, deverão ser matriculados conforme o corte etário de 31 de março.

    O parecer do CNE é defender que a criança tenha até seis anos de idade para aprender de maneira lúdica antes de prosseguir ao Ensino Fundamental. Por meio disso vamos alinhar o sistema de educação no país que antes prejudicava de uma certa forma o desenvolvimento da criança na escola, vejo com bons olhos,

    finalizou a superintendente de Organização e Administração da Rede Escolar da Seduc, Daniela de Souza Viana.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo