sexta-feira, 19 julho

    672 moradias populares em construção na cidade

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    Mais de 5 mil pessoas já se inscreveram no programa “Minha Casa Minha Vida/Contagem”, lançado em 13 de setembro pela Prefeitura, por meio da Subsecretaria Municipal de Habitação. O interessado deve se cadastrar exclusivamente pelo site minhacasaminhavida.contagem.mg.gov.br até 13 de dezembro.

    O Residencial Caiapós A também faz parte das obras em andamento na cidade para ajudar pessoas de baixa renda a realizar o sonho da casa própria e aumentar a qualidade de vida

    Desta vez, o programa tem como prioridade o atendimento a famílias carentes, que se enquadram nas Faixas 1 (renda familiar de até R$ 1.800,000) e 1,5 (renda familiar de até R$ 2.600,00). Também oferece condições atrativas para moradores inseridos nas Faixas 2 (renda familiar até R$ 4.000,00) e 3 (renda familiar até R$ 7.000,00).
    Para contemplar as famílias da Faixa 1, público prioritário do programa, 672 apar-tamentos estão sendo construídos. São 320 no bairro Chácaras Novo Horizonte, na Regional Nacional, e 352 no Nossa Senhora da Conceição, na Sede. A previsão é a de que os imóveis sejam concluídos no final do primeiro semestre de 2019, segundo o sub-secretário Municipal de Habitação, Reinaldo Oliveira Batista.

    O prefeito Alex de Freitas exigiu que o cadastro só fosse lançado quando houvesse projetos aprovados e obras. Assim fizemos. Portanto, ao contrário dos anos anteriores, vamos entregar as unidades prometidas. Elas já estão sendo erguidas. Não é engodo, é realidade, enfatizou Reinaldo.

    Além das 672 unidades para famílias que se enquadram na Faixa 1, o subsecretário informou que foi iniciada a construção de mais 1.054 apartamentos, na Regional Nacional, para famílias que ganham até R$ 2.600,00 (Faixa 1,5). “A expectativa é construir pelo menos 2 mil moradias de Interesse Social. Elas reduzirão o déficit habitacional do Município e vão assegurar ao contagense a realização do sonho da casa própria”.

    Cuidado com as informações falsas

    Ao todo, o “Minha Casa Minha Vida/Contagem” vai beneficiar 2 mil famílias com moradias (Ricardo Lima)A Subsecretaria Municipal de Habitação foi surpreendida nos últimos dias com a divulgação de informações falsas sobre a inscrição para o programa “Minha Casa Minha Vida/Contagem”, que nesta edição é feita exclusivamente pela internet.

    É importante ressaltar que a inscrição é online, não é presencial. O morador não precisa enfrentar fila, não precisa se dirigir a nenhum setor e não paga nenhuma taxa para fazê-la. Basta ter um computador, um tablet ou um celular com acesso à internet, destaca o subsecretário Reinaldo Oliveira Batista.

    Aline Santos Soares foi a primeira moradora de Contagem a se inscrever no programa. Com 39 anos, dois filhos e uma renda mensal bruta de R$ 600, obtida com os bicos que faz, ela sonha em adquirir um imóvel próprio e dar uma vida mais digna aos seus filhos.
    “Moro de aluguel em uma casa bem pequena. Meu sonho é ter um apartamento mais confortável para cuidar dos meus filhos. Por isso, fiz a inscrição”, disse.

    Inscrições gratuitas e pela internet

    O subsecretário de Habitação, Reinaldo Oliveira Batista,
    tira dúvidas sobre o “Minha Casa Minha Vida/Contagem”.

    O subsecretário Reinaldo Oliveira Batista dá dicas importantes sobre o programa habitacional (Geraldo Tadeu)

    Como faço para me inscrever?
    As inscrições serão feitas somente pela internet, por meio do endereço eletrônico minhacasaminhavida. contagem.mg.gov.br. O site é autoexplicativo.

    Já fiz cadastro no Programa Minha Casa Minha Vida. Ele ainda vale?
    Não. É necessário refazê-lo. Por recomendação do Ministério das Cidades, o cadastro deve ser atualizado a cada 24 meses.

    Quem pode se inscrever ?
    O programa é voltado para moradores de Contagem que se enquadram nas seguintes modalidades: Faixa 1, ou seja, com renda de até R$ 1.800,00 e que o beneficiado não seja proprietário, cessionário ou promitente comprador de imóvel resi- dencial. Também não pode ter recebido benefício de natureza habitacional. Faixa 1,5, ou famílias com renda de até R$ 2.600,00. Faixa 2, com renda de até R$ 4.000,00. Faixa 3, as famílias com renda de até R$ 7.000,00.

    É preciso pagar algum valor ou levar documentos em algum lugar para oficializar a inscrição?
    Não. As inscrições são gratuitas e feitas somente pela internet. Basta inserir os dados pessoais.

    Se eu não tiver acesso à internet, há algum posto de atendimento?
    Sim. O morador com dificuldades de acesso à internet deve ir a uma das oito Administrações Regionais ou à Subsecretaria Municipal de Habitação, na rua Portugal, nº 8, Eldorado. Há pessoas capacitadas para orientá-lo. A inscrição também pode ser feita nos pontos com wi-fi públicos: praças Sarandi, da Glória, da Jabuticaba, Nossa Senhora de Fátima, Presidente Tancredo Neves Dominique Hurtaude, Rio Volga e Parque das Amendoeiras.

    Como será feita a seleção?
    Por meio de sorteio, de acordo com a faixa do programa. O sorteio é eletrônico, randômico e audi- tado pela Caixa Econômica Federal. Inicialmente, serão sorteadas 672 unidades para famílias da Faixa 1. A previsão é que o sorteio seja em dezembro de 2018. Todo processo será divulgado em veículos de comunicação e redes sociais.

    Há algum contato
    para tirar dúvidas?
    Sim. (31) 3390-5839.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo