sexta-feira, 19 julho

    Método Canguru

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    O nascimento de uma criança é um momento de adaptação e aprendizagem para a mãe, o bebê e as pessoas que os cercam. A mãe, o pai e os responsáveis pela assistência à criança que acaba de chegar ao mundo precisam desenvolver comportamentos para cuidar do pequeno de forma eficiente e segura, principalmente se o neném tiver nascido antes de 37 semanas de gravidez (prematuro) ou com baixo peso (inferior a 2,5 kg): nesses casos, se não houver uma assistência humanizada e de qualidade, o risco de mortalidade neonatal aumenta. O estímulo ao contato pele a pele precoce entre mãe/pai e bebê apresenta-se como um procedimento seguro, acessível e capaz de gerar benefícios para todos, mesmo nos casos em que a criança ainda não pode receber alta hospitalar e precisa permanecer internada.

    O Método Canguru (MC), iniciativa que integra a Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso e faz parte da Rede Cegonha, do Ministério da Saúde (MS), busca melhorar a qualidade da atenção prestada à gestante, ao recém-nascido e sua família, promovendo, a partir de uma abordagem humanizada e segura, o contato pele a pele (posição canguru) precoce entre a mãe/pai e o bebê, de forma gradual e progressiva. Essa conduta favorece vínculos afetivos, estabilidade térmica, estímulo à amamentação e o desenvolvimento do bebê. A mãe também é beneficiada, porque tem sua autoconfiança fortalecida. A aplicação do método também beneficia a gestão dos serviços hospitalares, por meio do uso eficaz e eficiente dos leitos de cuidado intensivo.

    Para implementar esse método, é preciso que os profissionais envolvidos estejam aptos a promovê-lo. Nesse sentido, é fundamental a oferta a esses trabalhadores de capacitações para promoção do contato pele a pele entre mãe/pai e bebê. Atenta a essa necessidade, a gestão do Complexo Hospitalar de Contagem promoveu nos dias (31/7 e 1/8), no auditório do Complexo Hospitalar, o Treinamento Método Canguru.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo