sábado, 13 julho

    Ativação da malha ferroviária

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    Com o objetivo de discutir a ampliação e a ativação da malha ferroviária em Minas Gerais, a Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) já aprovou a realização de audiências no interior do Estado e na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

    Objetivos – A Comissão Pró-Ferrovias Mineiras foi criada por decisão da Mesa da Assembleia e tem como objetivos fomentar debates sobre as potencialidades do transporte ferroviário de cargas e de passageiros e discutir possibilidades de investimento, bem como seus impactos.

    Os deputados presentes na reunião destacaram a importância de retomada dos investimentos para a reativação e construção de linhas ferroviárias em Minas Gerais. O presidente da comissão, deputado João Leite (PSDB), lembrou as dificuldades enfrentadas pelo País com a greve dos caminhoneiros, que demostrou a necessidade de a ampliação do transporte ferroviário voltar a ser discutida em Minas Gerais.
    A deputada Marília Campos apontou que já há uma ligação ferroviária entre vários municípios da RMBH e defendeu que seja utilizada para o transporte de passageiros, além do de cargas.

    A deputada Ione Pinheiro considerou que há décadas não são vistos investimentos no transporte ferroviário, sendo que a comissão pode ajudar na construção de boas propostas. O deputado Doutor Jean Freire lamentou a situação de abandono de muitas linhas ferroviárias em Minas Gerais.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo