sexta-feira, 12 julho

    Escola em tempo integral

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    As obras da primeira escola em tempo integral de Contagem estão em ritmo acelerado. O prefeito Alex de Freitas, secretários municipais e engenheiros visitaram as obras na segunda-feira (23). Construída no bairro Arvoredo, na Regional Ressaca, com a parte estrutural bem avançada, 85% das peças pré-fabricadas estão prontas e já sendo utilizadas na montagem dos pilares, vigas e lajes. A alvenaria também foi iniciada e a próxima etapa é o reboco.
    A escola integral tem todo o conceito sustentável. A forma que é construída diminui o desperdício de material. Toda a iluminação será com lâmpadas de LED, haverá sistema de reutilização de água pluvial, aquecimento solar e coleta seletiva.
    Segundo o engenheiro da construtora QBHZ, Celso Braga, uma das principais vantagens de fazer uma obra com peças pré-fabricadas é a agilidade no processo de construção.

    O diferencial da obra é a estrutura utilizada, pois reduz o tempo de construção e gera menos resíduo de construção, disse.

    O espaço, de 6.777,78 metros quadrados, será contemplado com 36 salas de aula, uma ampla biblioteca, cozinha industrial, refeitório, centro de línguas estrangeiras, laboratórios profissionais, refeitório, piscina, ginásio poliesportivo, pista de atletismo, quadras esportivas, salas de música, dança e teatro, estúdio de TV e rádio e anfiteatro com capacidade para 125 pessoas. A escola irá atender 600 estudantes em tempo integral, do 1º ao 9º anos.

    A obra está orçada em mais de R$ 15 milhões, que serão somados a outros R$ 5 milhões em obras já efetuadas. A previsão é que o prédio seja entregue pela construtora em outubro de 2018.

    spot_imgspot_img