terça-feira, 16 julho

    Cirurgias eletivas

    Matérias Relacionadas

    Ester Emanuelle para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

    Meu nome é Ester Emanuelle(@esterr_soares_), tenho 23 anos, sou...

    Edição 1235 28 de Junho de 2024

    Edição Online da Edição 1234 do Jornal de Contagem Pop Notícias

    Lula visita obras da Av. Maracanã

    O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,...

    Campeonato Brasileiro Júnior e Elite

    Os atletas do projeto de Ginástica de Trampolim de...

    Prêmio Internacional: Contagem participa de eleição

    Contagem está participando do 18º Prêmio "Boas Práticas em...

    Compartilhar

    Contagem é um dos poucos municípios brasileiros que, em 2017, atingiu a meta de organização da produção de cirurgias eletivas estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) e irá receber do órgão o dobro dos recursos pagos no último semestre para a promoção desses procedimentos.
    Ao longo do ano passado, quase seis mil cirurgias eletivas foram feitas em Contagem. Em reconhecimento por esse esforço, a cidade será um dos 67 municípios brasileiros entre os 5.570 que existem em todo o país a receber recursos extras para reduzir ainda mais a fila de espera dos pacientes. No estado de Minas Gerais, que contém 853 cidades, além de Contagem, somente outros cinco municípios conseguiram atingir essa meta. A verba extra a ser liberada para Contagem é de cerca de R$ 1,8 milhão.
    Com esse recurso federal, que só é liberado após os procedimentos, será possível fazer aproximadamente mais 1.100 cirurgias eletivas, informa o secretário municipal de Saúde, Bruno Diniz.

    Contagem foi um dos municípios mineiros que mais realizou cirurgias eletivas no estado, ultrapassando o recurso financeiro acordado com o MS e arcando parte desses procedimentos com recursos próprios do Tesouro Municipal. Além disso, vamos seguir com os investimentos próprios na saúde, destinando mais R$ 3 milhões em recursos do tesouro para agilizar o número de cirurgias ao longo de 2018. Realizamos em 2017 o maior volume de cirurgias eletivas da história de Contagem, com quase seis mil pacientes atendidos. Neste ano, iremos também ofertar cirurgias para cerca de seis mil pessoas. A intenção é a de virar o ano de 2018 com toda a fila de espera de cirurgia eletiva praticamente em dia, atendendo aos pacientes do ano vigente, afirma o secretário.

    Dobro – Segundo Diniz, no decorrer do ano de 2018, além de aumentar a contratualização privada de hospitais como o Santa Rita (que já mantém contrato com a prefeitura) e o São José, o número de cirurgias do Complexo Hospitalar de Contagem (CHC) irá dobrar.

    Acabamos de entregar o maior Centro de Trauma e de Cirurgias da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Iremos passar de 400 para cerca de 800 cirurgias por mês, garante o secretário.

    A maior demanda nas eletivas, que é por cirurgia geral e ginecológica, terá prioridade, mas outras especialidades também serão contempladas. “Iremos iniciar também uma grande programação em áreas de urologia e cirurgia ortopédica”, completa Bruno.

    spot_imgspot_img