quinta-feira, 18 julho

    App E-título

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    Nas próximas eleições, daqui a um ano, o eleitor poderá usar algumas novidades tecnológicas para votar, como o smartphone como título de eleitor. Trata-se do E-título, um app para Android e iOS que serve como uma versão digital para o título de eleitor.
    Além de informações básicas – como sua zona e seção – ele traz o endereço do local de votação, informações sobre quitação eleitoral, e dados sobre cadastramento biométrico. O app também possui um QR Code para validação na zona eleitoral.

    É possível também baixar o app para Android. Basta fazer login inserindo o número do
    título eleitoral, data de nascimento, nome, nome do pai e da mãe. Segundo o
    Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o app para iOS será liberado em dez dias na AppStore.

    O título de eleitor impresso continua valendo, mas o eleitor precisará apresentar um docu- mento com foto (como RG ou carteira de motorista). Se tiver foto no E-título, não precisará levar outro documento.
    O app começou como uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), e foi adotado pelo presidente do TSE, Gilmar Mendes, para distribuição em todo o país.

    Comprovante – Além disso, nas eleições 2018, algumas seções vão usar urnas eletrônicas que poderão imprimir o voto em um comprovante que poderá ser conferido visualmente. Ele será depositado, de forma automática e sem contato manual do eleitor, em local previamente lacrado. A ideia é aumentar a transparência, e diminuir as chances de fraude.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo