quarta-feira, 24 julho

    Romaria 550

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    O Caminho Religioso da Estrada Real (CRER), maior rota de turismo religioso do Brasil, foi lançado oficialmente no domingo (03/09), no Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté. A ação é uma parceria entre o Governo do Estado e a Arquidiocese de BH e liga os santuários da Serra da Piedade e de Aparecida, em São Paulo.
    Neste dia, um grupo de peregrinos partiu em direção ao Santuário de Aparecida. A peregrinação, chamada Romaria 550, marcou o lançamento oficial do CRER. Durante 37 dias, fiéis vão passar por 32 municípios mineiros e seis paulistas, num percurso de mais de mil quilômetros. A caminhada celebra os 250 anos de peregrinação ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas Gerais, e os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, santa protetora do Brasil.
    Peregrinos em bicicletas, cavalos e jipes 4×4 iniciam o roteiro nos próximos dias e se juntam ao grupo. Todos chegam juntos ao Santuário de Aparecida no dia 9 de outubro, quando será celebrada missa e haverá a recepção aos romeiros e o reconhecimento do CRER como uma rota oficial de peregrinação.
    Homenagem – Durante o evento de lançamento do CRER, o governador Fernando Pimentel, juntamente com arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, secretário de Estado de Turismo, Ricardo Faria, do deputado estadual Durval Ângelo e o prefeito de Caeté, Lucas Coelho, entregaram cajados feitos pelo mestre bambuseiro Lúcio Ventania a quatro representes dos peregrinos.
    O deputado Durval Ângelo parabenizou o Governo de Minas e a Arquidiocese pela iniciativa. “O Caminho vai promover o turismo em Minas Gerais, também vai difundir as questões da fé e religiosidade, tão características do nosso Estado, além de gerar emprego e renda”, destacou.
    Percurso – Em Minas Gerais, o trajeto está sinalizado para que o peregrino possa se orientar com segurança. Totens instalados em locais estratégicos indicam as direções. Placas indicativas apresentam o mapa geral do caminho, mostrando os municípios do percurso.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo