sexta-feira, 19 julho

    Febre Amarela

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    O mosquito Aedes Aegypti tem sido um grande problema no Brasil nos últimos anos. Além de transmitir a dengue, no ano passado foram constatados, também, casos de Zyca vírus transmitidos pelo mosquito. O ano mal começou e o Aedes Aegypti já traz novos problemas, já que ele é o responsável pela transmissão de mais um vírus perigoso, o da Febre Amarela.
    Segundo Dr. Aier Adriano Costa, a Febre Amarela é uma doença infecciosa febril grave, que pode levar a óbito em menos de uma semana se não for diagnosticada e tratada corretamente. De acordo com o especialista, os sintomas apresentados por quem contrai a doença podem variar.

    Os sintomas variam entre dores no corpo, enjoos, dores de cabeça, febre alta, calafrios e vômitos que duram até três dias. Quando agravada, a doença pode causar insuficiência hepática e renal, amarelamento na pele e nos olhos, manifestações de hemorragias e muito cansaço, explica.

    Ainda segundo o médico, a contaminação só acontece em pessoas não imunes, ou seja, aquele que nunca tomou a vacina da Febre Amarela ou nunca adquiriu a do- ença anteriormente.

    A vacinação é indicada a todos, a partir dos 09 meses de idade, com outra dose de reforço aos 09 anos, comenta.

    Caso o adulto nunca tenha recebido nenhuma dose, é preciso adquirir a vacina o quanto antes e garantir o reforço após 10 anos da primeira imunização. Somente a segunda dose garante a proteção vitalícia contra a doença. Porém, existem contraindicações, se a mulher estiver grávida, ou a criança com idade inferior a seis meses de via, a vacina é contraindicada.

    Fumacê é usado de forma preventiva 

    Além de intensificar a vacinação contra a febre amarela, como ocorrido no último sábado (11), a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está usando de forma preventiva o carro fumacê nas regionais Sede e Petrolândia.
    Para alertar a população sobre essa ação, a secretaria colocou um carro de som percorrendo as áreas que vão receber a borrifação do veneno. A Secretaria de Saúde destaca que não há notificação, suspeição e/ou confirmação de casos de Febre Amarela em humanos registrados em Contagem.
    Veja ao lado algumas orientações de procedimentos a serem adotados na hora que o carro fumacê estiver passando.

    Orientações e procedimento para o carro fumacê
    – Mantenha portas e janelas dos imóveis abertos durante a borrifação.
    – Animais domésticos devem ser afastados, gaiolas dos pássaros removidas e aquários cobertos.
    – Evite deixar o carro estacionado na rua.
    – Não permaneça no local durante a aplicação do inseticida.
    – Só entre no imóvel após 15 minutos da borrifação.
    – Não deixe roupas no varal e troque as de cama após a passagem do fumacê.
    – Mantenha os utensílios de cozinha cobertos.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo