Divórcios

0
651

O brasileiro está se divorciando mais. É o que aponta um levantamento inédito divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. De acordo com o estudo, a quantidade de divórcios cresceu 161,4% em 10 anos. Esta é a maior taxa em 30 anos.

Uma das explicações para o resultado, segundo o IBGE, está na transformação da sociedade brasileira. Considerada uma das maiores especialistas do País em Direito de Família, a advogada Priscila Fonseca acredita que o aumento do número absoluto de divórcio no país se deve tanto ao crescimento populacional – o que é um fator objetivo – quanto a uma mudança de conceitos e paradigmas há muito arraigados na nossa sociedade. “O término de um casamento não mais é visto com a pesada aura preconceituosa de outros tempos”, comenta.

CasamentoAcabou1A advogada acredita que atualmente as pessoas são, por um lado, mais intolerantes, – o que dificulta a convivência – e, por outro lado, mais liberais, não prezando por um único e exclusivo relacionamento ao longo da vida.

As mídias sociais, os sites e aplicativos de relacionamento têm grande influência nessa mudança comportamental, principalmente pelo fato de aproximar pessoas, facilitando o contato, explica.

A partir do conhecimento empiricamente adquirido ao longo dos anos de atuação nesta área, Priscila Fonseca elenca outros motivos que determinam o divórcio: “A primeira causa é, sem dúvida, o adultério. Seguida por crise financeira do casal. Elencaria o alcoolismo como a terceira causa mais recorrente”, revela. Para ela, tendo em vista que o país enfrenta uma grave crise econômica, que afeta diretamente inúmeras famílias, o número de divórcios deve de fato aumentar nos próximos anos.