quarta-feira, 24 julho

    Partido de Marina agora quer votos

    Matérias Relacionadas

    STF decide que lei que criminaliza fake news é inconstitucional

    Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF)...

    Instituto CircoLar forma e catapulta artistas circenses de Minas Gerais

    Inscrições para a Formação Profissional em Artes Cênicas, que...

    Compartilhar

    O Tribunal Superior Eleitoral aprovou o registro da Rede Sustentabilidade, de Marina Silva. O novo partido político – poderá ter candidatos nas eleições de 2016, ficando também autorizado a partir de agora a filiação.

    Além do voto favorável do Ministro João Otávio de Noronha, relator do pedido no TSE, foram favoráveis os ministros Luciana Lóssio, Rosa Weber, Herman Benjamin, Henrique Neves, Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

    “Uma das questões mais urgentes dessa agenda é a sustentabilidade política. A Rede não tem a pretensão de ser a dona da verdade, mas quer dar sua contribuição para o debate. Queremos que a governabilidade seja programática, baseada em programas e não de projeto de poder pelo poder” avaliou Marina Silva logo depois da aprovação.

    Em Contagem, os coordenadores da Rede Sustentabilidade, Paulo de Tarso Mariano e Maria Aparecida Medeiros Rodrigues terão a missão de organizar e coordenar o processo de formação do Coletivo Municipal da Rede.

    spot_imgspot_img
    Artigo anterior
    Próximo artigo