Últimos dias para proteger os filhos

0
554

Até o dia 31 de agosto, acontece a Campanha de Vacinação contra Poliomielite, doença viral que afeta os nervos e que pode levar à paralisia parcial ou total. No Brasil, a Pólio está erradicada desde os anos 1990.
Nos últimos anos, tem havido queda da adesão do público alvo à vacina. De acordo com a coordenadora de imunização da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, Tânia Brant, isso ocorre devido ao tempo que a doença está erradicada no país, já que o Brasil não apresenta nenhum registro há 26 anos.

Fica difícil para as pessoas pensarem na prevenção de uma doença que não conhecem, não viram e está erradicada. Sendo assim, acabam por não valorizar as campanhas de vacinação contra Pólio e não recomendam que as crianças participem.

Apesar disso, é imprescindível que o público alvo, crianças entre seis meses e quatro anos, 11 meses e 29 dias de idade, seja vacinado de modo a evitar a reintrodução do vírus no país.
Em paralelo à Vacina Pólio Oral, há a vacina Hexavalente que deve ser aplicada em três doses com intervalos de dois meses entre elas. Além de proteger contra a pólio, é eficaz contra difteria, tétano, coqueluche e influenza B.