22.3 C
Contagem
segunda-feira, maio 27, 2024
HomeCadernosGeralPreservação das características urbanísticas

Preservação das características urbanísticas

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

A nova diretoria do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas Gerais – Sinduscon-MG foi recebida pela prefeita Marília Campos, na última segunda-feira (25/4). A agenda faz parte da política de qualificação do diálogo do poder público municipal com as entidades representativas.
Na oportunidade, a chefe do Executivo pediu apoio do Sinduscon-MG no esclarecimento aos demais construtores da cidade acerca das características ambientais que orientam o desenvolvimento urbano da cidade. “Alguns empreendimentos têm dificuldade de compreender essas características do nosso território, como se dependesse, exclusivamente, de uma ação administrativa”.
A prefeita detalhou que está situada no município um manancial de abastecimento de água metropolitano, a bacia de Vargem das Flores, e que a bacia da Pampulha é abastecida por 44 córregos. Desses, 70% nascem em Contagem e 30% nascem em Belo Horizonte. “Ano passado ficamos proibidos pelo Ministério Público de Minas Gerais de autorizar a construção de um empreendimento grande na cidade, tendo em vista justamente a preservação dessas bacias, mas temos muitas áreas e terrenos ambientalmente mais apropriados para a instalação de novos empreendimentos”, destacou.
Ela também ponderou que, embora o município tenha um déficit habitacional próprio, Contagem não poderia ser usada para sanar a demanda de moradias de outras cidades da região metropolitana. “Isso é essencial para revertermos esse perfil de cidade dormitório, na qual os moradores não têm uma relação de pertencimento, porque só vem aqui para dormir. Eles trabalham e vivem em espaços coletivos de outras localidades”.
A fala da prefeita foi ao encontro das novas matrizes de construção civil defendidas pelo Sinduscon. O presidente da Construtora Diniz Camargos, Teodomiro Diniz, lembrou que Contagem apresenta um déficit histórico de urbanismo. “Minha família é de Contagem. Sei que a cidade se desenvolveu de fora pra dentro, pensada para ser um grande polo industrial. Pensar novos empreendimentos que contribuam para a recuperação urbanística da cidade também contribuirá para a atração de novos e mais investimentos”.
O secretário de Desenvolvimento Econômico, René Vilela, destacou o momento histórico. “O que estamos encaminhando aqui é o compromisso do poder público com a iniciativa privada de qualificação urbanística e ambiental do município, que resultará em ganhos para toda a população”.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar