20.9 C
Contagem
quinta-feira, junho 13, 2024
HomeCadernosGeralAlex de Freitas preside FMP

Alex de Freitas preside FMP

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Marcha para Jesus acontece neste sábado

Para fortalecer os laços de união, amor e de...

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...

O Impacto das eleições municipais nos serviços públicos

As eleições municipais, que elegem prefeitos, vice-prefeitos e vereadores,...
Ir para Criarteweb

O prefeito de Contagem, Alex de Freitas assumiu a presidência da Frente Mineira de Prefeitos (FMP). A posse dos novos membros da diretoria da entidade aconteceu na quinta-feira (29/06). Alex de Freitas foi eleito por unanimidade, durante o 108º Encontro de Prefeitos das Cidades Polo de Minas Gerais, promovido no município de Nova Lima.
A FMP foi fundada há 13 anos, com a intenção de olhar pelos interesses dos municípios com mais de 35 mil habitantes, que hoje são 85 em Minas Gerais. A entidade fortalece as decisões e compartilha boas experiências na gestão das cidades do futuro.
Entre as ações que pretende conduzir à frente da entidade, Alex de Freitas assegurou que vai empregar todos os esforços possíveis para garantir a apuração correta do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), que, com a derrubada do veto pelo Congresso, teve sua redistribuição garantida. Pelo texto aprovado no Congresso no dia 5 de maio, o ISS passa a ser direcionado para os municípios onde o serviço é consumido, ou seja, no domicílio dos clientes de cartões de créditos e débito, leasing e de planos de saúde.
Atualmente, o imposto está concentrado em apenas 35 cidades, onde a empresa prestadora do serviço está sediada.

Estamos perto de dar um salto qualitativo com esta medida. Contagem, por exemplo, espera aumentar a arrecadação em torno de R$ 20 a R$ 25 milhões, disse o novo presidente da FMP.

Segundo ele, para que isto aconteça é necessário que os municípios sejam ágeis e tenham aparato tecnológico.

A grande dificuldade está em apurar esse tributo. A nossa prefeitura, assim como muitas em Minas e no Brasil, está no tempo analógico. Só teremos esse recurso se, de fato, houver apuração correta do imposto. Portanto, a partir de hoje a FMP irá montar grupos de trabalho para verificarmos com lupa essa questão, ressaltou.

Economia regional – Já para driblar a falta de perspectiva de melhoria no repasse do Fundo de Participação dos Municípios e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Alex de Freitas prometeu trabalhar para estimular a economia regional.

A Frente vai apresentar propostas possíveis para desenvolver polos econômicos. O avanço regional da economia é a chave para abrirmos novos empregos e dar dignidade ao povo, além de gerar receita para as prefeituras, destacou.

O prefeito de Contagem defendeu, ainda, que a FMP continue a ser uma trincheira para proteger a boa política e o cidadão.

Esperem dessa gestão a defesa intransigente dos direitos das prefeituras junto ao Executivo, legislativo e Judiciário. O mandato de cada um de nós é um sopro de oportunidades, pois em cada prefeito e prefeita eleita, o povo confiou esperança e o futuro da sua cidade, afirmou.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar