26.2 C
Contagem
sexta-feira, maio 24, 2024
HomeCadernosCidadeAvenida Maracanã

Avenida Maracanã

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

Canteiros de obras

Maior obra de infraestrutura, mobilidade e saneamento em curso em Contagem, a implantação da avenida Maracanã segue em ritmo acelerado. Uma das etapas mais complexas e de grande importância, a construção do viaduto sobre a LMG-808, teve sua primeira parte concluída e o cronograma segue avançando neste início de semana.
Primeiramente, foram lançadas nove vigas de 87 toneladas cada sobre os apoios já implantados às margens da rodovia. Agora, as equipes de trabalho estão realizando a construção de vigas transversinas, incluindo armadura, forma e concretagem para posterior posicionamento das pré-lajes e concretagem do tabuleiro do elevado. Durante este processo, o desvio provisório no trecho será mantido por segurança. Ao fim das obras, os motoristas poderão utilizar o viaduto para acessar a avenida Maracanã, vindo de Nova Contagem, e também para pegar a LMG-808 na altura do bairro Granja Ouro Branco em direção à região Sede.
A prefeita Marília Campos visitou o canteiro de obras nesta segunda-feira (31/7) e fiscalizou o desenvolvimento do projeto. “A parte mais difícil deste processo (do viaduto) está pronta. Também estamos trabalhando na ponte na av. Dulce Geralda Diniz e no canal de drenagem da Av. Maracanã, que irão solucionar o problema de enchentes e melhorar o saneamento e a mobilidade da região. As obras estão avançando e em breve teremos novidades”, planejou.
Outra frente de trabalho avançada, a qual Marília Campos se referiu, é a ponte que está sendo construída na avenida Dulce Geralda Diniz, que fará interseção com a av. Maracanã, no encontro com a rua Dr. Eunylson Lopes. A expectativa é que ela seja concluída e liberada para tráfego até o fim de agosto. Já a extensão de 1,5 km do novo corredor, entre a rua Felisbino Pinto Monteiro e a LMG-808, será entregue no fim deste ano, contando com o viaduto e todas as benfeitorias previstas no trecho da via.

Mais frentes de trabalho

A galeria de macrodrenagem 2, localizada no trecho que liga as ruas Francisco Almeida Melo e Felisbino Pinto Monteiro, está em fase de construção das paredes do canal. A ponte da avenida Dulce Geralda Diniz, conta, neste momento, com a execução da armadura e fôrmas das lajes de transição.
Equipes especializadas estão sendo mobilizadas para realizar a implantação das vigas do retorno 1 da avenida. Já o retorno 2 teve a liberação de terreno desapropriado, possibilitando o avanço dos trabalhos. A parte da laje da galeria 1, que fica no ponto inicial da avenida Maracanã – continuação da av. Carmelita Drummond Diniz e cruzamento com a av. Albert Schwaitzer -, foi recentemente concluída.
Ao acompanhar a evolução das obras, o diretor comercial da Tambasa, Alberto Portugal, não escondeu a admiração pelo governo municipal, que está fazendo um projeto antigo virar realidade. Ele frisou também que todos os investimentos que a Prefeitura vem fazendo na cidade atraiu de volta diversas empresas para Contagem.
“Vários empresários têm retornado para Contagem graças às mudanças que têm acontecido aqui na cidade. Estou chocado positivamente porque, quando eu vi o projeto da av. Maracanã, eu duvidei que sairia do papel, mas este governo está tornando tudo realidade e eu agradeço à prefeita pela coragem de fazer este empreendimento que vai trazer muitos benefícios para a região”, elogiou.
Quando estiver totalmente concluída, a avenida Maracanã vai beneficiar mais de 220 mil pessoas que atravessam a cidade diariamente. Além de reduzir o tempo de deslocamento entre Nova Contagem e o metrô do Eldorado e o volume de tráfego no centro histórico da cidade. Com 35 linhas de ônibus que passam pelo trecho, os impactos positivos alcançarão toda a região metropolitana, integrando municípios como Esmeraldas, Betim, Ribeirão das Neves, Belo Horizonte, e regiões de Contagem, como Vargem das Flores, Ressaca, Sede e Eldorado.
Ainda segundo o coordenador do projeto, Pedro Paulo dos Santos, mesmo com as obras em andamento, no próximo período de chuvas, os riscos de enchentes na região do bairro Quintas Coloniais serão significativamente menores, isso porque a galeria 2 já estará operando com maior capacidade, assim como o sistema de drenagem no trecho da av. Dulce Geralda Diniz, que está em processo de alargamento avançado com a implantação da ponte e a canalização do córrego.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar