20.1 C
Contagem
sexta-feira, maio 17, 2024
HomeCadernosEconomiaAgenda Desenvolvimento Econômico

Agenda Desenvolvimento Econômico

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1231 17 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1231 do Jornal de Contagem Pop Noticias

Adriana Mascarenhas para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

A vida nunca prometeu glamour para Adriana Mascarenhas. Aos...

Câmara inaugura usina fotovoltaica

A Câmara de Contagem concluiu neste mês a instalação...

Teletrabalho no governo de Minas

Recuperação estrutural Os cerca de 8 mil servidores que trabalham...

Transcon aposta em ação inusitada

Conscientização Para a campanha do Maio Amarelo 2024, a Transcon...
Ir para Criarteweb

Reforço

Aconteceu no laboratório de informática da Faculdade Una, na quarta (20/10) e quinta-feira (21/10), a 3ª etapa da implantação da Agenda Desenvolvimento Econômico Local – DEL, principal engrenagem de reforço da cadeia produtiva local, pela priorização de compras públicas em microempresas, empresas de pequeno porte e microempreendedores individuais do município. O encontro teve a participação de representantes de empresas da cidade, das secretarias municipais, dos assessores de desenvolvimento econômico das regionais administrativas, de entidades de classe – com especial destaque para a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL Contagem, o Sebrae e a Sindicato da Indústria da Construção Civil -Sinduscon.
A Agenda DEL está sendo implantada pelas secretarias municipais de Administração e de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae-MG. A retenção de parte dos investimentos do poder público no próprio município incentivará a geração de emprego, distribuição de renda e ampliação da arrecadação municipal.

Inserção competitiva dos
pequenos empreendimentos

Para se ter uma breve noção, em 2020, a Prefeitura de Contagem fez um total de R$ 779.526.596,00 em compras públicas – seja para o fornecimento de mercadorias ou para a prestação de serviços. Desse montante, apenas R$ 88.950.600,10, equivalente a 11,41%, foram contratados de pequenos negócios. Ainda mais reduzido é o valor que contemplou pequenos empreendimentos do município: R$ 29.636.085,78, apenas 3,80%. Em Contagem, 43% de todos os empregos formais gerados estão em micro e pequenas empresas.
O que orienta e garante o programa de compras públicas locais é o Decreto Presidencial 8.538, dedicado ao “tratamento jurídico diferenciado, simplificado e favorecido assegurado às microempresas e empresas de pequeno porte, e aos microempreendedores individuais”.
Além da geração de emprego e renda no município, a Agenda DEL promoverá a evolução de toda cadeia econômica do município. É o que explicou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, René Vilela. “Primeiro, pela inserção competitiva dos pequenos empreendimentos da cidade. Alguns deles passarão a disputar mercados em escala estadual e até nacional. Segundo, o tecido empresarial se qualificará ainda mais, pela conformação de uma rede de empresas, dividindo problemas e compartilhando soluções. Há também a organização produtiva, que ocorrerá, naturalmente, pela interação entre os setores e a malha de fornecedores e clientes”.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar