15.3 C
Contagem
quarta-feira, junho 19, 2024
HomeCadernosEconomiaEconomia recupera lentamente

Economia recupera lentamente

Date:

Matérias Relacionadas

Anny Kalessa para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Anny Kalessa (@annykalessa), tenho 22 anos,...

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...

O Impacto das eleições municipais nos serviços públicos

As eleições municipais, que elegem prefeitos, vice-prefeitos e vereadores,...
Ir para Criarteweb

Após uma queda excepcional de 16,2% em maio, o faturamento real da Indústria Geral cresceu 26,8% em junho, na comparação mensal, é o que aponta a Pesquisa Indicadores Industriais de Minas Gerais (Index) de junho, divulgada pela Fiemg.

Houve avanço do faturamento na Indústria de Transformação e na Indústria Extrativa, explicado pelo retorno à normalidade das operações, após o fim da crise de desabastecimento provocada pela paralisação dos serviços de transportes rodoviários de cargas em maio, explicou o presidente do Sistema Fiemg, Flávio Roscoe.

Ele ainda apontou que o forte crescimento do faturamento deve ser visto com cautela.

Esse crescimento acentuado é explicado pela sequência de péssimos resultados que tivemos anteriormente. Na verdade, os resultados obtidos pela indústria têm uma base de comparação muito ruim. Por isso, é importante salientar esse contexto para evitar distorções, comentou.

As horas trabalhadas na produção da Indústria Geral também voltaram a crescer, influenciadas pelo desempenho da Indústria de Transformação. Esse segmento, muito dependente do modal rodoviário, foi severamente prejudicado pela falta de insumos para a produção em maio.

Na Indústria Extrativa, as horas trabalhadas na atividade de extração mineral não avançam desde janeiro de 2017, devido à reduções e à paralisações de operações em empresas do setor.

Por outro lado, os demais índices da Indústria Geral – emprego, massa salarial e rendimento médio real – recuaram frente ao mês anterior. Entre os indicadores pesquisados, o faturamento foi o único com resultado positivo no primeiro semestre, em relação ao mesmo período de 2017, evidenciando que a indústria ainda encontra dificuldades de recuperação.
O forte crescimento do faturamento deve ser analisado com cautela. Esse resultado excepcional é explicado pelo fim do represamento de embarques. Na verdade, a indústria faturou em junho parte das entregas que deveriam ter sido feitas em maio.
Intervenção no livre mercado e na concorrência decorrente da tabela de fretes mínimos acarreta incerteza jurídica e, caso efetivada, aumento de custos na economia.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar