19.3 C
Contagem
domingo, maio 26, 2024
HomeCadernosCulturaFicção e realidade nas telas

Ficção e realidade nas telas

Date:

Matérias Relacionadas

Edição 1232 24 de Maio de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Obras na Avenida Maracanã

Uma obra estruturante As milhares de pessoas que passam todos...

Mais acessibilidade e inclusãox’

Facilidade de locomoção A Prefeitura investe para garantir a inclusão...

Aymoré e Arcor presenteiam a cidade

Comemorações O ano de 2024 é marcado por duas importantes...

Oncoclínicas inaugura unidade em Contagem

Considerado um dos maiores grupos de oncologia da América...
Ir para Criarteweb

Desde 1996, o paulista Affonso Uchôa vive em Contagem. Morador da região do bairro Nacional, o cineasta tem se dedicado à produção, roteiro e direção de filmes para o mercado cinematográfico. O trabalho feito em conjunto com diversas pessoas da cidade, tem recebido elogios e destaque no cenário nacional e internacional.
Nos últimos cinco anos, as obras do cineasta ganharam repercussão mundial e têm sido exibidas nos mais importantes festivais do Brasil e do mundo. Lançado em 2014, o longa “A vizinhança do Tigre” é um mosaico das experiências da juventude da periferia. O filme foi rodado em Contagem, na região do bairro Nacional, e conta a história de cinco jovens moradores do bairro, suas variantes de vida, tropeços, conquistas e realidades distintas. Os atores também foram escolhidos entre os moradores da região, e trouxe mais ‘vida’ ao documentário.
A estreia aconteceu na Mostra Internacional de Cinema de Tiradentes (MG), com sucesso de público e crítica. No mesmo ano, foi exibido no premiado Festival “Olhar de Cinema” de Curitiba (Prêmio da Crítica), no Fórum Doc de Belo Horizonte (Melhor Longa Metragem) e recebeu Menção Honrosa no Festival Internacional de Cosquin (Argentina), além de ser exibido no Festival de Cinema de Hamburgo (Alemanha). Em 2016, o filme foi exibido em salas de cinema de 12 capitais brasileiras. O sucesso do filme garantiu ainda para 2018, exibições no Barbican Centre (Londres), e nas sessões mensais de filmes latino-americanos do Anthology Film Archive de Nova Iorque.

O sucesso de “Arábia”

O filme conta a história de Cristiano (Aristides de Souza), um operário que roda o estado de Minas Gerais, de emprego em emprego, sempre em situação precária, até sofrer um acidente de trabalho. A partir daí, o filme torna-se uma narrativa baseada no diário onde o operário guardava suas histórias de vida, encontrado por um vizinho logo após o acidente.
A sensibilidade retratada no filme garante o estrondoso sucesso de crítica em diversos festivais pelo mundo. Com mais de 50 exibições nacionais e internacionais, Arábia trouxe prêmios importantes em apenas um ano após seu lançamento. A estreia aconteceu no Festival Internacional de Roterdã (Holanda), em 2017. No mesmo ano foi exibido nos festivais de Viennale (Áustria), San Sebastian (Espanha), na New Directors/New Films de Nova Iorque e foi destaque na 50ª Edição do Festival de Cinema de Brasília, em setembro do ano passado, de onde saiu com os troféus de Melhor Filme (Júri Oficial e da Crítica), Melhor Montagem, Melhor Ator (Aristides de Sousa) e Melhor Trilha Sonora.

Últimas Matérias

spot_img
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar