15 C
Contagem
sexta-feira, junho 14, 2024
HomeCadernosEconomiaConta de luz mais barata em setembro

Conta de luz mais barata em setembro

Date:

Matérias Relacionadas

Anny Kalessa para o Gata Dmais – Por João Paulo Dias

Meu nome é Anny Kalessa (@annykalessa), tenho 22 anos,...

Edição 1233 14 de Junho de 2024

Edição Online da Edição 1232 do Jornal de Contagem Pop Notícias

Marcha para Jesus acontece neste sábado

Para fortalecer os laços de união, amor e de...

Não caia no golpe da falsa cobrança

Alerta importante A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria...

Mais duas trincheiras na br 381

Mais mobilidade Contagem recebeu mais uma importante notícia que vai...
Ir para Criarteweb

Os consumidores vão pagar um valor menor nas faturas de energia a partir de 1º de setembro. O motivo da redução, que abrange todos os consumidores de energia elétrica do país, é o anúncio da Agência Nacional de Energia Elétrica na mudança do valor referente à bandeira tarifária vermelha, que passará de R$ 5,50 para R$ 4,50 para cada 100 kWh/mês consumidos, redução de 18%.
“Esse já é o primeiro reflexo positivo do desligamento das térmicas determinado no início do mês, e todos saem ganhando. O consumidor vai perceber isso na fatura, já com essa redução do valor da bandeira vermelha”, explica o presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos.

Em 8 de agosto, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico autorizou o desligamento de 21 térmicas com custo acima de R$ 600 por megawatt-hora, o que possibilitou a alteração do valor da bandeira vermelha.

Para setembro, ainda está mantida a bandeira vermelha, porém com um novo valor, que passa a valer para todo o país, e a proposta deve diminuir em até 2% em média a tarifa paga pelo consumidor residencial.

Validade – De acordo com o gerente de Tarifas da Cemig, Ronalde Xavier Moreira Júnior, o consumidor somente vai perceber a redução a partir da fatura de outubro. “Isso acontece porque as datas de leitura das contas de energia são distribuídas ao longo do mês. Assim, em setembro, os consumidores pagarão uma parte do consumo ocorrido antes de 1º de setembro ainda conforme a tarifa antiga e a outra parcela do consumo já com o valor reduzido da bandeira tarifária”, explica o gerente.

Últimas Matérias

spot_img
Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
JORNAL DE CONTAGEM
Olá
Podemos Ajudar