Ninho da Coruja

0
1
Um homem com cabeça de coruja e outro com capacete fazem parto de projeto artístico pedagógico (Hugo Honorato)

A exposição fotográfica “O ninho da coruja”, do artista Hugo Honorato, fica na galeria Centro Cultural (Rua Dr. Cassiano, 120, Centro) até o dia 31 de dezembro. A visitação é gratuita e aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
As fotografias foram produzidas especialmente para o projeto artístico pedagógico homônimo e retratam intervenções performáticas no ambiente escolar, em referência à simbologia da coruja, que representa o conheci- mento. Usualmente a coruja está associada à sabedoria. Aparece como símbolo de aprendizado e leitura. O Ninho da coruja é o seu lugar de estar, seu refúgio, seu lar. A biblioteca então seria este ninho, espaço fértil onde habita o conhecimento.

Estranhos personagens – um homem com cabeça de coruja e outro com capacete e roupas igualmente estranhas, o Vladas – penetram no espaço físico e social das escolas, criando uma perturbação provocativa que conduz os estudantes a uma viagem fantástica, cujo destino é a biblioteca.

A força teatral e expressividade desses seres estranhos, desperta o interesse dos estudantes para um jogo interativo enigmático. Gradualmente os jovens se veem inseridos num roteiro de mistério no qual a biblioteca e a leitura se tornam protagonistas. A proposta é instigar os estudantes a lançarem um novo olhar para a biblioteca e a leitura.
As fotografias não são apenas um registro documental dos personagens em ação, mas um olhar estético, formal e conceitual que reforça seu caráter misterioso e instigante.

Ninho da Coruja – A mostra foi selecionada em edital da Fundação de Cultura de Contagem (fundac) para ocupar uma das galerias públicas do município, integrando a programação de dezembro do Projeto Tudoaver.

Em 2012 o Ninho da Coruja fez sua estreia na Escola Municipal Professor Lourenço de Oliveira, em BH. Em 2015 e 2016, contemplado pelo Edital do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (FMIC) de Contagem, da Fundac/Prefeitura de Contagem, o projeto foi realizado nas escolas municipais Dona Gabriela Leite Araújo e Professora Júlia Kubitschek de Oliveira, respectivamente, ambas no Industrial.

Banda Cordilheira – Na abertura oficial da mostra fotográfica, no dia 05 de dezembro,
houve a participação especial da Cordilheira, uma banda autoral de música instrumental que tempera a atitude inquieta do rock’n roll com a tradicionalidade dos ritmos brasileiros.

Serviço

Hugo Nonato:
99844-1046 / 99276-6181 – hghonorato@yahoo.com.br
Banda Cordilheira: (31) 3488-3462, cordilheira.contato@gmail.com /facebook.com/Cordilheira
Projeto Tudoaver: 3352-5347/ projetotudoaver@gmail.com

SEM COMENTÁRIOS