Nova direção do PT de Minas

0
12

Com a presença do governador, Fernando Pimentel, do presidente da Assembleia, Adalclever Lopes, e do líder de governo na Assembleia, deputado Durval Ângelo, o Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais realizou na última sexta-feira (8), em Belo Horizonte, a posse de sua nova direção. A socióloga Cida de Jesus foi reconduzida ao cargo de presidente estadual da legenda para os próximos dois anos.

Durval Ângelo reforçou a importância do PT na luta pela democracia. “Em um momento tão grave da História do País, em que vivemos um golpe continuado, nosso Partido reveste-se de importância estratégica para o futuro da própria luta por democracia e justiça social. Assim, com muita coragem, reafirmamosnosso compromisso na luta contra o golpe e a perda de direitos, pela democracia e pelas diretas já”, destacou.

O governador Fernando Pimentel falou do seu compromisso com o Partido e parabenizou Cida de Jesus pela recondução ao cargo. “Cida, meu total apoio como militante do partido à sua presidência do PT de Minas. A celebração reforçou nosso partido unido. Reafirmo meu compromisso permanente com o PT e com essa luta pelo povo trabalhador que faz parte da minha história. Boa sorte a toda diretoria estadual”, disse.

Já o presidente da Assembleia, Adalclever Lopes (PMDB, reafirmou a aliança com o PT em 2018. “Nós, em Minas, somos diferentes do que está acontecendo nacionalmente. Eu vim aqui para reafirmar o que fizemos hoje (7), pela manhã, na reunião do diretório estadual, o PMDB de Minas é Lula e é Pimentel”, destacou.

Em um discurso emocionado, a presidente estadual Cida de Jesus enfatizou a representatividade do gênero feminino na política e o caráter machista do golpe aferido contra a presidenta Dilma. “Lugar de mulher é onde ela quiser, mas me sinto convencida de que, mais do que nunca, lugar de mulher é na política”, disse a presidente.

Cida também comentou o papel de Minas Gerais no atual contexto político nacional.

Ao contrário do que vemos em outros estados e apesar de ter recebido um governo falido, o governo estadual, comandado pelo companheiro Fernando Pimentel, vem realizando um programa sintonizado aos interesses do povo mineiro, comentou Cida,

referindo-se a políticas como fortalecimento da agricultura familiar, que inclui a cessão de títulos de propriedades para pequenos produtores, a valorização dos profissionais da educação da rede estadual e a implementação de políticas de participação popular implementadas pelos Fóruns Regionais de Governo. Segundo ela, uma das prioridades para o Estado agora é o encontro de contas com a União para o ressarcimento pelos enormes prejuízos causados pela Lei Kandir.

SEM COMENTÁRIOS