Escola em Tempo Integral

0
40

A Prefeitura de Contagem lança nesta sexta-feira (14/7), às 14h, a pedra fundamental para a construção da primeira escola em tempo integral do município (o evento ocorrerá na Rua Magnólia, 2, bairro Arvoredo). A previsão é que o espaço esteja concluído até julho do ano que vem, quando serão recebidos mais de 600 alunos em tempo integral, do primeiro ao nono ano. Além dos estudantes, a escola atenderá toda a comunidade do bairro Arvoredo, na região da Ressaca, que poderão usufruir dos diversos equipamentos. Outra novidade apresentada pelo prefeito Alex de Freitas será a confirmação de uma parceria com a Microsoft, que vai fornecer gratuitamente todos os softwares necessários para que os alunos e professores possam utilizar os tablets fornecidos pelo município a partir de 2018.

De acordo com o planejamento da Prefeitura de Contagem, serão construídas ainda mais sete escolas em tempo integral nos próximos quatro anos. A primeira ficará no bairro Arvoredo e receberá investimentos na ordem de R$ 18 milhões, que serão somados a outros R$ 5 milhões em obras já efetuadas. O desembolso para as obras da primeira Escola em Tempo integral ficará a cargo da MRV Engenharia, que realizará a obra como compensação por empreendimentos imobiliários efetuados em Contagem.

O lançamento da pedra fundamental da nova escola marca um novo tempo na educação municipal de Contagem. Todo projeto é sustentável. A iluminação será em led e haverá um sistema para reutilização de água pluvial. Também constam aquecimento solar e coleta seletiva. A Escola em Tempo integral ainda oferecerá piscina aquecida, ginásio poliesportivo, pistas de atletismo e skate, ampla biblioteca de dois andares, auditório, espaços profissionalizantes, centro de língua estrangeiras, sala de robótica, programação e produção de games. Os jovens encontrarão o Espaço da Comunicação, onde terão ferramentas para produzir sites, blogs, jornais e revistas digitais.

A formação completa será o diferencial da escola. Os estudantes e a comunidade vão usufruir do Complexo de Artes, o Espaço de Práticas Corporais e o Espaço Experimental. É premissa do projeto a construção de salas de aula organizadas com estrutura colorida e personalizada para cada atividade. O objetivo é tornar cada área um lugar de aprendizagem, de convivência e com ferramentas tecnológicas que estimulem as práticas pedagógicas.

Será fornecida alimentação também. Como a tecnologia está na vida das crianças, queremos criar um processo e um ambiente que estimulem o aprendizado. É uma metodologia que não existe na Região Metropolitana de Belo Horizonte, afirma o Secretário Municipal de Educação de Contagem, Joaquim Gonçalves.

O modelo a ser implantado é uma novidade em Contagem e na Região Metropolitana. Haverá atividades que promovam a interação entre grupos de estudantes da cidade, do Brasil e de outros países, dinâmicas de ensino e aprendizagem diversificadas e uma forte dimensão tecnológica. A proposta da Secretaria de Educação é que a instituição também atenda alunos matriculados em outras instituições municipais de ensino da região. De acordo com Gonçalves, cerca de dois mil estudantes poderão participar de atividades complementares, como cursos profissionalizantes, estudo de língua estrangeira, artes e uso de diversas tecnologias, atividades esportivas, estudo de música e preparação para o ingresso e permanência no mundo do trabalho.

Além do lançamento da Escola em Tempo Integral, a prefeitura vai anunciar a parceria feita com a Microsoft. A iniciativa é inédita no Brasil. A partir do próximo ano, os cinco mil estudantes do 6º do ensino fundamental passam a estudar em notebooks reversíveis (computadores com canetas). Todas as atividades em sala de aula serão feitas nos computadores. Os alunos poderão levar os equipamentos para casa. O notebook será objeto de estudo até a formatura. Caso o estudante não seja reprovado, tenha bom desempenho e seja assíduo, ficará com o computador ao concluir o ensino fundamental. A proposta é que os estudantes já tenham acesso aos computadores no início de 2018.

No próximo semestre, os professores serão capacitados para utilizar a tecnologia em sala de aula. A utilização de notebooks em sala de aula será gradativa. Todos os anos, os alunos que entrarem no 6º ano, vão receber os equipamentos. A medida surgiu como forma de proporcionar o empoderamento de estudantes e professores por meio da tecnologia e como forma de tornar o aprendizado mais eficaz e interessante, já que uma pesquisa internacional apontou que estudantes na faixa etária de 11 e 12 anos têm menos interesse pelos estudos.

Para marcar o lançamento da pedra fundamental da primeira escola em tempo integral de Contagem, cerca de 500 estudantes assistirão números artísticos e ainda terão a oportunidade de deixar uma mensagem na cápsula do tempo. A proposta é que os estudantes escrevam cartas sobre como sonham que Contagem será daqui a 20 anos. As cartas serão depositadas na cápsula, que será enterrada no terreno da escola. A previsão é que a caixa seja aberta em 2037. Os estudantes também plantarão árvores no terreno, uma analogia ao desenvolvimento e à produção de frutos.

AGENDA

Data: 14/07/2017 (Sexta-feira)

Horário: 14h

Local: Rua Magnólia (em frente ao nº 2) bairro Arvoredo,Contagem.

SEM COMENTÁRIOS