Férias de julho

0
24

relaxar ou reforçar os estudos?

No período das férias escolares, que se iniciam no próximo mês de julho, muitos pais ficam com a dúvida se devem aproveitar para reforçar os estudos de seus filhos ou deixá-los relaxar um pouco durante o recesso.
Para Tânia Medeiros, coordenadora pedagógica do Sistema Maxi de Ensino, o ideal é que se busque o equilíbrio. “Para os jovens que se dedicaram aos estudos no primeiro semestre é hora de merecido descanso. Para aqueles que não se dedicaram tanto assim, o descanso também é importante, mas deve mesclar com um determinado período a ser reservado para reforços, objetivando correr atrás do prejuízo”.
A pedagoga ressalta que esse breve tempo dedicado aos estudos é fundamental,

pois o conteúdo didático acumula e parte dele é pré-requisito para o andamento da matéria, ou seja, a falta de entendimento completo prejudicará as lições seguintes e pode causar grande prejuízo ao final do ano letivo.

Uma opção interessante para o período de recesso nas aulas é o investimento em cursos. “Há inúmeras alternativas, como oficinas para todos os gostos: arte, culinária, música, teatro e atividades físicas, além de opções oferecidas nas próprias escolas, com atividades recreativas. Todas essas são excelentes escolhas para quem busca ocupar o tempo vago aliando diversão e conhecimento”, afirma a coordenadora do Sistema Maxi de Ensino.
Tânia Medeiros ainda orienta que os pais aproveitem o mês de férias escolares para incentivar seus filhos a realizarem atividades longe do videogame e do computador. “Que tal buscar atividades voltadas ao bem-estar das crianças e realizáveis ao ar livre, como em parques, por exemplo, ou passeios mais culturais, como para livrarias e até sessões de contação de história? São momentos lúdicos, mas que ajudam a estimular o gosto do jovem pela leitura”.
Para pais que têm mais de um filho, a pedagoga indica que se obedeça a faixa etária de cada um.

Não adianta fazer com que um filho mais novo use o período de
férias para focar completamente nos estudos como um filho mais velho,
em idade de pré-vestibular, por exemplo, pode fazer tendo em vista a reta final nos estudos. É preciso respeitar essa individualidade.

 

Going to school is your future. Education, learning, teaching. a young girl coloring a picture

Imersão na cultura

Visitar as vitrines culturais que as cidades oferecem é outra forma de se aproveitar bem o recesso escolar, dando continuidade à aprendizagem de forma lúdica, prazerosa, sem estragar o clima de férias da garotada. Fabio Silva, coordenador pedagógico do Ético Sistema de Ensino, lembra que principalmente nas grandes metrópoles há uma infinidade de passeios que, além de divertir, também garantem uma boa dose de conhecimento e cultura.
“No Brasil há mais de 3.000 museus, com acervos para os mais variados interesses. Um passeio super agradável para se fazer em família ou com a turma de amigos. Existem também diversos centros culturais espalhados pelo país. Por meio da arte, seja uma apresentação teatral, uma exposição ou algum documentário em vídeo, por exemplo, sempre se adquire um pouco mais de conhecimento e nos leva a refletir melhor sobre muitas questões”, sugere o coordenador do Ético.

SEM COMENTÁRIOS