Festas juninas

0
24

Uma das celebrações mais queridas dos brasileiros, a festa junina foi trazida para o Brasil pelos portugueses, celebrando a colheita e a devoção aos santos do mês, com destaque para o dia 24, nascimento de São João. A comemoração da safra acontecia com cantos, danças, fogos e comidas, integrando a religiosidade e a festividade, a devoção e a distração.

Na época, havia uma influência muito grande de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França, por exemplo, veio a dança dos nobres que acabou influenciando muito as típicas quadrilhas junina.

Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.
Todos estes elementos foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

Tradicionalmente os festejos acontecem durante todo o mês de junho com forró, arraiais, fogueiras, fogos, quadrilhas e comidas típicas. É também quando os cristãos católicos aproveitam para homenagear Santo Antônio, comemorado no dia 13; São João, no dia 24; e São Pedro, no dia 29.

Como é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos. Além das receitas com milho, arroz doce, bolo de amendoim, cocada, pé de moleque, vinho, batata doce; e grãos e raízes, como mandioca, amendoim e batata-doce também fazem parte da culinária junina.
Observa-se que com o passar dos anos esta festa popular muito querida dos brasileiros foi sendo esticada ao longo dos meses para se aproveitar as comemorações um pouco mais. Assim, no últimos anos inventou-se as festas julinas, agostinas e até setembrinas.
Seja para celebrar a prosperidade, para comemorar os dias santos da Igreja Católica, para provar dos pratos típicos ou apenas festejar entre amigos e família, as festas juninas são um costume querido do povo brasileiro.

SEM COMENTÁRIOS