Sinal vermelho é desligado

0
17
Na Av. João César, o avanço de sinal vermelho deixa de ser registrado de madrugada em três pontos (Foto: Cassio Matias )

Para evitar que motoristas e passageiros sejam vítimas da violência, o equipamento de fiscalização eletrônica não está registrando avanço de sinal vermelho em nove pontos da cidade. A medida, no entanto, é adotada pela Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon) apenas das 23h às 5h, período de menor movimento no tráfego.
Da mesma forma, o controle de velocidade do tipo barreira também não processará infrações durante a madrugada, funcionando apenas na função flash, em seis locais.

Há risco maior de assaltos e outros crimes em algumas partes da cidade,
por isso o avanço de sinal vermelho deixa de ser registrado.
Os motoristas, contudo, devem tomar muito cuidado ao passarem pelos
semáforos, ressalta o vice-presidente da Transcon, Cláudio Vanderly de Souza

Para o cumprimento da norma de segurança, a Prefeitura de Contagem adotou todas as medidas administrativas necessárias. A legislação prevê que “em situações de emergência devidamente justificadas, e somente enquanto perdurar a situação, a autoridade competente poderá determinar o funcionamento pleno dos equipamentos de fiscalização eletrônica”.
Fora do horário determinado pela Transcon (23h às 5h), os 28 radares espalhados pela cidade continuam multando normalmente. O avanço de sinal vermelho é considerado infração de trânsito. O valor da multa, a pontuação na carteira do condutor e a gravidade variam de acordo com a velocidade do veículo.

SEM COMENTÁRIOS